Escolas particulares do DF adaptam rotinas para volta às aulas

Retorno será na próxima segunda-feira (21)

Publicado em quinta-feira, 17 Setembro, 2020 - 11:56 Por Bianca Paiva - Brasília

Mandar os filhos de volta para a escola durante a pandemia do novo coronavírus é uma decisão que divide opiniões entre os pais. No Distrito Federal, a partir da próxima segunda-feira, dia 21, as instituições particulares já poderão receber alunos da educação infantil e ensino fundamental I. O retorno é opcional.

As filhas da bancária Alessandra Tavechio, uma de 8 anos de idade e outra de 10, estão ansiosas pela retomada das aulas presenciais. A mãe vai permitir que as meninas voltem ao ambiente escolar. Para ela, o ensino virtual não está sendo satisfatório. Alessandra também acredita que rever os colegas vai ser bom para a saúde mental das crianças.

Para esse retorno às aulas em uma nova realidade, as escolas particulares do Distrito Federal precisaram fazer muitas transformações, seguindo protocolos obrigatórios de prevenção à covid-19, que incluem capacitação dos profissionais, a adoção de procedimentos de higienização e profilaxia; e reorganização escolar.

Márcio Morais, administrador de uma unidade de ensino, conta, por exemplo, que foram criadas rotas, horários de entrada e saída e de recreio diferenciados para evitar um maior contato entre os alunos. Para as crianças da Educação Infantil, haverá um cuidado e atenção especiais.

Mayura Cordeiro é diretora pedagógica de uma escola particular do Distrito Federal. Lá, entre as medidas extras adotadas para o retorno presencial, está o uso de um calçado exclusivo para o ambiente escolar, que deverá ser higienizado e colocado pelos estudantes logo na entrada. Ela explica que pais e alunos receberam orientações, principalmente para ajudar na adaptação ao distanciamento social.

Para um retorno seguro, as escolas precisam seguir os protocolos sanitários de forma bem estruturada e promover uma educação em saúde visando a conscientização de todos que frequentam os espaços de educação. É o que defende a biomédica Maria Alice Escalante, representante de uma empresa de saúde que presta consultoria a instituições de ensino.

Como o retorno é opcional, as escolas particulares do DF deverão apresentar aos pais alternativas de atividades presenciais, remotas ou híbridas, ou seja, que contemplam as duas modalidades.

 

Edição: Adrielen Alves

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Geral

Polícia Federal vai investigar incêndio no Hospital de Bonsucesso

O incêndio começou pouco antes da 10h e várias guarnições do Corpo de Bombeiros foram acionadas. Cerca de 90 bombeiros de diversas unidades atuaram para conter as chamas que, segundo a corporação, começaram no almoxarifado do Prédio 1 do complexo hospitalar.

Baixar arquivo
Segurança

Cidade do Maranhão fica sem policiais civis durante a pandemia

Arari tem cerca de 30 mil habitantes e fica a 168 quilômetros da capital São Luís. Todos os três investigadores lotados no município estão afastados do trabalho por serem do grupo de risco. O único escrivão da cidade trabalha em regime de plantão, dois dias por semana

Baixar arquivo
Educação

Aulas presenciais na rede pública do Pará só voltam no ano que vem

Decisão foi comunicada nesta terça-feira (27) pelo governador do estado, Helder Barbalho

Baixar arquivo
Política

Votações da Câmara ficam para novembro

Ficou pra novembro a próxima sessão da Câmara. O motivo: os deputados não registraram presença e a pauta de votações foi suspensa.

Baixar arquivo
Saúde

Decreto com restrições de isolamento é prorrogado no Amazonas

Com o aumento de casos da Covid-19 no estado foi prorrogado, por 30 dias, o decreto que restringe, no âmbito estadual, o acesso às áreas de praias para recreação e o funcionamento de balneários, flutuantes e de bares. As medidas foram decididas nesta terça-feira (27) pelo Comitê de Enfrentamento da Covid-19 do Amazonas, que considerou dados da Fundação de Vigilância em Saúde.

Baixar arquivo
Segurança

Estudo aponta ligação de milícias com Executivo e Legislativo do RJ

A nota técnica "Controle Territorial Armado no Rio de Janeiro", da Rede Fluminense de Pesquisas Sobre Violência, Segurança Pública e Direitos Humanos, é fruto de um ano de debates entre pesquisadores, policiais, promotores, jornalistas, ativistas e especialistas em dados

Baixar arquivo