Energia deve ser totalmente retomada no Amapá até 26 de novembro

Ministro Bento Albuquerque acompanha situação no estado

Publicado em quinta-feira, 19 Novembro, 2020 - 14:23 Por Maíra Heinen - Brasilia

O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, acompanha nesta quinta-feira (19) os trabalhos de restabelecimento da energia elétrica na subestação Macapá, no Amapá.

O estado, que já vive um esquema de rodízio no fornecimento de energia, sofreu outro apagão na última terça-feira (17), que acabou levando a uma nova onda de protestos.

Segundo a PM, desde o início da crise, em 3 de novembro, até a manhã desta quinta-feira (19), a PM já identificou mais de 110 protestos no estado.

Quem mora na região central de Macapá não sentiu tanto a falta de energia nesta semana, como destacou o morador Paulo Girardi. Mas ele ressalta que outros bairros continuam enfrentando problemas no cumprimento do cronograma de rodízio.

Segundo o Ministério de Minas e Energia, a previsão é de que até sábado (21), as unidades geradoras com capacidade de 45 MW que chegaram no último fim de semana, sejam energizadas; e que o segundo transformador da subestação Macapá - que está em processo de montagem, entre em funcionamento até o dia 26 de novembro.  Com isso, a energia total no estado será retomada.

Enquanto autoridades do setor elétrico buscam normalizar o fornecimento no Amapá, outras instituições tentam amenizar os danos.

O Procon do Amapá conseguiu notificar as empresas GEMINI ENERGY S.A e a Linhas de Macapá Transmissão de Energia SA a prestarem esclarecimentos quanto aos motivos da interrupção dos serviços de energia elétrica. As empresas terão o prazo de 10 dias para apresentar defesa administrativa.

E nesta quinta-feira (19), os senadores devem votar em Plenário um projeto que busca compensar a população. Seria um crédito, no mesmo valor cobrado pela empresa distribuidora na fatura mensal, com duração até o mês em que os serviços voltarem ao normal.

Já o Tribunal de Contas da União também autorizou a instauração de um processo de investigação sobre as causas do apagão no Amapá, que afetou mais de 750 mil amapaenses.

 

 

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Saúde

Governo destina R$ 335 milhões para cuidado com bebês prematuros

Cerca de 340 mil crianças nascem antes das 36 semanas todos os anos no Brasil. Além da readequação de 692 maternidades, verba também será destinada a um programa que pretende reduzir especificamente taxas de mortalidade de recém-nascidos.

Baixar arquivo
Eleições 2020

Propaganda política de rádio e TV começa nesta sexta em Macapá

A votação em Macapá foi adiada três dias antes da realização do primeiro turno em todo o país, em 15 de novembro, por causa da crise energética que atingiu o estado do Amapá por 22 dias.

Baixar arquivo
Direitos Humanos

Começa a Conferência dos Direitos da Criança e do Adolescente

Proteger de forma integral crianças e adolescentes, garantindo a diversidade e o enfrentamento à violência: esse é o tema da 11º Conferência Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente. O evento vai até o dia 10 de dezembro, e tem transmissão aberta nas redes sociais do Conanda.

Baixar arquivo
Justiça

STF decide que data de concurso pode ser alterada por motivo religioso

Após três sessões de julgamento, por 7 votos a 4, a Corte entendeu que as provas podem ser remarcadas para outra data que não conste no edital, desde que a mudança não cause prejuízos para a administração pública e à preservação da igualdade na seleção dos candidatos.

Baixar arquivo
Direitos Humanos

Prefeitura do Rio terá que criar repúblicas para jovens não adotados

Decisão é resultado de uma ação da Defensoria Pública do estado. Medida vai contemplar jovens que alcançam a maioridade antes de serem adotados ou não têm mais vínculo com suas famílias

Baixar arquivo
Geral

Itaí, cidade de 39 das 41 vítimas de acidente em SP, tem luto coletivo

O velório das vítimas, a maioria jovem, foi coletivo e ocupou dois ginásios de esportes. Cada família teve em média duas horas para se despedir das vítimas. Os sepultamentos duraram a madrugada inteira e terminaram na tarde dessa quinta-feira.

Baixar arquivo