Com réveillon e previsão de chuva, Rio entra em estágio de mobilização

Frente fria se aproxima pelo oceano e pode trazer chuva forte

Publicado em 31/12/2020 - 11:44 Por Raquel Júnia - Rio de Janeiro

A cidade do Rio de Janeiro está em estágio de mobilização desde o primeiro minuto deste último dia do ano por conta do réveillon e da possibilidade de chuva forte. O nível é o segundo em uma escala de cinco e indica o risco de ocorrências de grande impacto na cidade.

Segundo o Sistema Alerta Rio, a aproximação de uma frente fria pelo oceano pode causar pancadas de chuva acompanhadas de raios e rajadas de vento em pontos isolados da capital hoje. O tempo instável deve persistir no primeiro dia de 2021, com previsão de 15 milímetros de chuva.

Por conta da Operação da Virada de Ano, desde a madrugada está proibido o estacionamento em diversas vias de bairros da zona sul e na orla.

À noite, a partir das 20h, os acessos serão bloqueados nas praias, do leme ao recreio; e as principais avenidas que dão acesso à orla ficarão fechadas para evitar aglomeração e conter a propagação do coronavírus.

A circulação do transporte público também ficará proibida nos acessos à praia e os ônibus terão os itinerários alterados. Moradores e hóspedes de hotéis dessas regiões poderão circular mediante a apresentação de comprovante de residência e de hospedagem. Os acessos só serão liberados às 3h da tarde desta sexta-feira.

Os fogos de artifício e as festas privadas estão proibidos desde o dia 30. Mas, nessa quarta-feira (30), a Polícia Militar já teve trabalho para dispersar aglomerações, uma delas na Praia de Ipanema, onde vários grupos de pessoas se reuniram até a madrugada, muitos sem utilizar máscaras. O perfil, nas redes sociais, Alerta Zona Sul publicou um vídeo mostrando a aglomeração.

Segundo as informações da Secretaria Estadual de Saúde, o Rio de Janeiro registrou nesta quarta-feira (30) mais 224 mortes e 2.114 casos confirmados de Covid-19. No total, o Estado tem 25.303 óbitos e 428.373 casos contabilizados.

Cinco das nove regiões do estado estão classificadas com a bandeira vermelha, que indica alto risco para a doença. É a primeira vez que isso acontece desde a adoção desse tipo de classificação, no mês de julho.

 

Últimas notícias
Geral

Eleitor com pendência pode regularizar documento que precise de título

Quem perdeu o prazo para regularizar a situação e ficar apto para votar nas eleições deste ano, pode utilizar a certidão circunstanciada para outros fins, como regularizar passaporte e CPF, por exemplo.

Baixar arquivo
Cultura

Cem anos do rádio no Brasil: a Rádio MEC

A música de concerto tem um lugar privilegiado na programação da Rádio MEC, mas cursos, programas literários, divulgação científica e programas para crianças também fizeram história na emissora. 

Baixar arquivo
Educação

OMS aponta que 5% da população é superdotada e a maioria é invisível

Segundo o Censo Escolar de 2020, pouco mais de 24 mil estudantes, cerca de 1% do total, são identificados como pessoas com altas habilidades ou com superdotação.

Baixar arquivo
Economia

Conta de luz: Julho permanece com bandeira tarifária verde

Isso significa que não haverá cobrança de custo adicional. A informação foi divulgada pela Aneel, Agência Nacional de Energia Elétrica.

Baixar arquivo
Segurança

SP: Policiais são presos acusados de lotear área de proteção ambiental

O esquema mirava terras públicas no município de Cotia, na região metropolitana da capital paulista. A região tem cerca de 900 mil metros quadrados e é conhecida como Parque das Nascentes.

Baixar arquivo
Geral

Ministério da Justiça determina que Tik Tok remova conteúdo impróprio

O Ministério da Justiça determinou que a plataforma online Tik Tok remova conteúdos impróprios para menores de 18 anos no Brasil. O documento determina que a rede social tem 72 horas para cumprir a ordem.

Baixar arquivo