SP: entidade vai recorrer por transporte grátis para idosos de 60 anos

Decisão judicial derrubou liminar que garantia política na capital

Publicado em quarta-feira, 13 Janeiro, 2021 - 20:30 Por Eliane Gonçalves - São Paulo

A Justiça suspendeu a liminar que garantia a manutenção da gratuidade no transporte público para idosos com mais de 60 e menos de 65 anos na cidade de São Paulo.

Segundo o presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo, Geraldo Pinheiro Franco, a definição de tarifas de transporte é competência do Poder Executivo, e o Judiciário não deve interferir no assunto.

Na última quinta-feira, dia 7, o juiz da 3ª Vara de Fazenda Pública, Luis Manuel Pires, concedeu uma liminar que foi derrubada agora, e que proibia cobrança.

A ação foi movida pelo Sindicato Nacional dos Aposentados e pela Confederação Nacional dos Trabalhadores das Indústrias Metalúrgicas. O vice-presidente do Sindicato dos aposentados, Plínio Sarti, prometeu entrar com recurso.

Por enquanto, o que vale é que a partir do dia 1º de fevereiro, os idosos de até 65 anos voltam a pagar pelo transporte público na região metropolitana.

A estimativa da SPTrans é que cerca de 186 mil passageiros nessa faixa etária usem diariamente a gratuidade do transporte. É o caso do mecânico de manutenção aposentado Juarez Martelozo, Ele tem 63 anos e faz bicos como motorista para complementar a aposentadoria de 2 salários mínimos.

A gratuidade para idosos com mais de 65 anos está prevista na Constituição Federal e vale para todo o país. Mas a isenção da tarifa nos trens, metrô e ônibus da capital paulista para quem tem entre 60 e 64 anos foi autorizada pelo ex-prefeito Fernando Haddad, do PT, e estava em vigor desde 2014.

A decisão de suspender o benefício foi anunciada no final do ano passado pelo prefeito Bruno Covas e pelo governador João Doria, os dois do PSDB.

Já os prefeitos das sete cidades da região do ABC, na Grande São Paulo, decidiram nesta terça-feira que, por enquanto, vão manter a gratuidade no transporte municipal.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Saúde

Após Manaus suspender vacinação, serviço será retomado nesta sexta

De acordo com a prefeitura de Manaus, a suspensão foi para uma nova definição de grupos prioritários, após os órgãos de controle local cobrarem mais rigor na hora da aplicação das doses.

Baixar arquivo
Saúde

Vacina contra Covid-19 importada da Índia será distribuída no sábado

2 milhões de doses chegam nesta sexta-feira à tarde - horário previsto de 17h40. Depois, passam por testes na Fiocruz, e devem começar a ser enviadas aos estados no sábado à tarde. Essa vacina é a Covishield, desenvolvida pela universidade inglesa de Oxford e pela farmacêutica AstraZeneca. O uso emergencial desse lote já está autorizado pela Anvisa.

Baixar arquivo
Saúde

Pesquisa brasileira deve oferecer teste para covid 5 vezes mais barato

Pesquisadores brasileiros desenvolveram um teste para covid que pode custar cinco vezes menos que os disponíveis no mercado. O novo exame foi batizado como “Teste Popular de Covid-19”.

Baixar arquivo
Educação

Última fase da Olímpiada Nacional de Ciências é realizada nesta sexta

Cerca de 180 mil estudantes vão responder questões sobre astronomia, biologia, física, química e história. Por causa da pandemia, a exemplo do que ocorreu na primeira fase, os participantes vão fazer as provas totalmente pela internet.

Baixar arquivo
Justiça

Ministério Público alerta para desrespeito à fila da vacina em Sergipe

Em Itabi, no sertão sergipano, o prefeito Júnior de Amynthas (DEM), que não está incluído nos grupos prioritários de risco, recebeu uma das doses. O MPF pediu informações sobre o episódio, mas não foi atendido.

Baixar arquivo
Cultura

Eduardo Paes anuncia cancelamento do carnaval em julho no Rio

Devido à pandemia causada pela covid-19, o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, anunciou pelas redes sociais que não será possível realizar o carnaval no meio do ano. Segundo o prefeito, "a celebração exige uma grande preparação por parte dos órgãos públicos e das agremiações e instituições ligadas ao samba. Algo impossível de se fazer nesse momento”.

Baixar arquivo