Mais Valia: desembargadores do TRT do Rio são alvos de operação

Ação cumpre 11 mandados de prisão preventiva e 26 de busca e apreensão

Publicado em 02/03/2021 - 12:21 Por Raquel Júnia - Rio de Janeiro

Desembargadores do Tribunal Regional do Trabalho e advogados que seriam ligados ao governador afastado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, são alvos de uma operação nesta terça-feira (2) do Ministério Público e da Polícia Federal. A ação, batizada de Mais Valia, cumpre 11 mandados de prisão preventiva e 26 de busca e apreensão, como desdobramento das investigações que resultaram no afastamento de Witzel. As medidas cautelares foram determinadas pela ministra Nancy Andrighi do Superior Tribunal de Justiça.

De acordo com o MPF, está sendo investigado o pagamento de propina aos magistrados do TRT que, em contrapartida, teriam beneficiado integrantes do esquema criminoso. Os procuradores sustentam que há provas apontando para a prática de crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

Em nota, a presidência do Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região, onde os desembargadores acusados são lotados, afirmou que está à disposição das autoridades para auxiliar nas investigações que levem ao total esclarecimento dos fatos. O texto diz ainda que desde o início da manhã de hoje a sua polícia judiciária vem colaborando com os agentes da Polícia Federal, que cumprem os mandados de busca e apreensão.

Wilson Witzel virou réu por corrupção e lavagem de dinheiro em decisão proferida pelo STJ no mês passado. Ele havia sido afastado do cargo em agosto, por ordem do ministro Benedito Gonçalves, durante a Operação Tris in Idem, deflagrada pela Polícia Federal para investigar desvios de recursos da área de saúde. Ao todo, já foram apresentadas três denúncias ao STJ contra Witzel, sua esposa, Helena Witzel, e outros envolvidos nos crimes. O governador afastado nega as acusações.

 

 

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Geral

Novo documento eletrônico pode beneficiar caminhoneiros

Caminhoneiros e empresários se reuniram, nesta quinta-feira (22), para tratar sobre a agenda econômica do Brasil. A iniciativa do encontro foi do Ministério da Infraestrutura

Baixar arquivo
Direitos Humanos

Grupo mães que acolhem ajuda órfãos da covid

Não existe um número oficial de quantas são as crianças que estão enfrentando, não apenas o luto, mas também a insegurança. Em Jundiaí, região metropolitana de São Paulo, mães se reuniram para ajudar órfãos da covid-19. O projeto começou sem pretensões, hoje reúne 350 pessoas.

Baixar arquivo
Saúde

Hospitais de Campanha do DF não terão leitos de UTI

Os três hospitais de campanha previstos para serem entregues até o final deste mês pelo governo do Distrito Federal não vão ter leitos de UTI, serão 300 leitos de UCI, unidades de cuidados intermediários.

Baixar arquivo
Economia

Auxílio emergencial: beneficiários podem movimentar dinheiro com Pix

A partir de 30 de abril, quem recebe o auxílio emergencial poderá movimentar o dinheiro do benefício usando o

Baixar arquivo
Saúde

Covid: Novo carregamento com o IFA da vacina Oxford deve chegar sábado

Um novo carregamento de ingrediente farmacêutico ativo para a produção de vacinas da Oxford/Astrazeneca deve chegar da China neste sábado, dia 24. A quantidade será suficiente para que o Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos, Bio-Manguinhos da Fiocruz produza nove milhões de doses da vacina contra a covid-19, que devem ser incorporadas ao Programa Nacional de Imunizações, a partir de meados de maio 

Baixar arquivo
Geral

Tempestade subtropical é responsável por chuva e mar agitado no Rio

A tempestade subtropical batizada de Potira é a responsável pela chuva intermitente registrada nos últimos dias no Rio de Janeiro. Potira, nome que em tupi-guarani significa “flor”, também tem deixado o mar bastante agitado e, de acordo com a Marinha, há risco de ressaca.

Baixar arquivo