Primeiro dia de medidas restritivas no Rio tem 736 autuações

Bares e restaurantes foram os que mais receberam multas

Publicado em 28/03/2021 - 10:38 Por Solimar Luz - Repórter da Rádio Nacional - Rio de Janeiro

A prefeitura do Rio de Janeiro fez 736 autuações no primeiro dia de medidas mais restritivas para frear o avanço do novo coronavírus. Ao longo desta sexta-feira, infrações sanitárias provocaram multas e interdições de estabelecimentos, mercadorias foram apreendidas e carros rebocados. Do total de multas, bares e restaurantes lideraram a lista, com 186 punições por descumprimento das medidas restritivas em vigor até o próximo dia 4 de abril.

A fiscalização contou com a atuação da Secretaria Municipal de Ordem Pública, com apoio da Polícia Militar, Guarda Municipal e de agentes da Vigilância Sanitária.

Foram realizadas ações em toda a orla carioca, onde muitos banhistas foram flagrados burlando a proibição de permanência na areia. Os fiscais também tiveram trabalho em vários pontos da cidade, por conta de festas clandestinas com aglomeração.

Em suas redes sociais, o secretário de Ordem Pública, Brenno Carnevale, disse que já foi verificada uma diminuição no fluxo de pessoas nas ruas, mas ainda é preciso maior engajamento da população na batalha contra a Covid-19. E deixou claro que a fiscalização não vai afrouxar.

A cidade vive o pior momento da pandemia na ocupação de leitos, que estão perto do colapso. Os pedidos de internação de pacientes com Síndrome Respiratória Aguda Grave, que até algumas semanas atrás era de cerca de 30 por dia, agora ultrapassa a marca diária de 170. A taxa de ocupação chegou a 95% das vagas de tratamento intensivo.

Edição: Vitória Elizabeth/ Sumaia Villela

Destaques EBC


Últimas notícias
Economia

Setor de serviços cresce 0,7% na passagem de maio para junho, diz IBGE

Com isso, se encontra 7,5% acima do nível pré-pandemia, de fevereiro de 2020, mas ainda 3,2% abaixo do ponto mais alto, conquistado em novembro de 2014.

Baixar arquivo
Saúde

Ingerir álcool durante a gravidez pode causar síndrome alcoólica fetal

Mesmo que seja baixa a quantidade de álcool ingerida pela futura mãe, ainda existe o risco da doença,  que pode trazer consequências gravíssimas para o feto e recém-nascidos.

Baixar arquivo
Economia

Quase metade dos brasileiros fazem "bicos" para ampliar renda

Pesquisa aponta que quase q metade dos brasileiros com 16 anos de idade ou mais precisaram fazer atividades extras nos últimos 12 meses para complementar sua renda.

Baixar arquivo
Saúde

Maranhão registra primeiro caso de varíola dos macacos

O paciente, um homem de 42 anos, com comorbidades, está internado com quadro clínico estável.

Baixar arquivo
Economia

IBGE prevê safra recorde de 263,4 milhões de toneladas em 2022

O Brasil deve produzir, em julho, 263 milhões e 400 mil toneladas de cereais, leguminosas e oleaginosas. Um recorde! A estimativa está no Levantamento Sistemático da Produção Agrícola, divulgado nesta quinta-feira pelo IBGE.

Baixar arquivo