Apps de transporte dão desconto para quem for doar sangue no Hemorio

Publicado em 12/04/2021 - 16:56 Por Lígia Souto - Repórter da Rádio Nacional - Rio de Janeiro

Para recompor os estoques de sangue, especialmente neste período de pandemia, em que as doações caíram pela metade, o Hemorio lançou a campanha Viagem Solidária, em parceria com empresas de aplicativo de transporte de passageiros. A partir desta segunda-feira até o dia 30 de abril, serão oferecidos descontos de até R$ 30 nas viagens que tiverem como destino o Instituto de Hematologia Arthur de Siqueira Cavalcante, que fica no centro da cidade.

O abatimento no valor da corrida é válido para usuários da Uber e da 99 Táxi, nos trechos de ida e volta do Hemorio, em horários específicos. Para participar, basta utilizar o código DOESANGUE99 ou UBERHEMORIOABRIL.

Segundo o diretor geral do Insituto, Luiz Amorim, além de facilitar o deslocamento, a intenção é evitar a exposição dos doadores a ambientes externos ou aglomerações, reduzindo os riscos de contaminação pelo novo coronavírus.

Essa é a segunda vez que as empresas participam de mutirão para aumentar as doações de sangue durante a pandemia de Covid-19. No ano passado, só no aplicativo da 99, foram feitas mais de 5 mil corridas gratuitas para doadores abastecerem os estoques do instituto.

Além da campanha Viagem Solidária, outra estratégia que tenta minimizar o risco de desabastecimento é o "Hemorio em casa". O serviço disponibiliza equipes para coleta em condomínios que tenham pelo menos 500 moradores aptos a doar.

Edição: Vitória Elizabeth/ Sumaia Villela

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Cultura

Atriz Eva Vilma morreu neste sábado aos 87 anos

Morreu na noite deste sábado, aos 87 anos, a atriz Eva Wilma. Ela estava tratando problemas cardíacos e renais. E neste mês a atriz também foi diagnosticada com um câncer de ovário, e de acordo com o Hospital Albert Einstein, a doença acabou levando a uma insuficiência respiratória.

Baixar arquivo
Geral

Bruno Covas, prefeito de São Paulo, morre aos 41 anos

Bruno Covas descobriu o câncer em outubro de 2019. O quadro exigiu várias sessões de quimioterapia em um tratamento que seguiu até o começo de 2020. Em abril deste ano, exames constataram que a doença havia se espalhado para o fígado e os ossos.

Baixar arquivo
Geral

Governo restringe entrada de estrangeiros vindos da Índia

Após recomendação da Anvisa, o governo federal proibiu temporariamente a entrada no país de passageiros estrangeiros de voos com origem ou passagem pela Índia, pelo Reino Unido, pela Irlanda do Norte e pela África do Sul.

Baixar arquivo
Geral

Quadro de saúde de Bruno Covas é irreversível, segundo boletim médico

Covas soube que estava com câncer entre o esôfago e o estômago em 2019. Internado desde 02 de maio no hospital Sírio-Libanês, ele está sedado e acompanhado de familiares.

Baixar arquivo
Saúde

Município de Botucatu realiza vacinação em massa

A iniciativa consiste em estudo da vacina produzida pelo laboratório Astrazeneca; e é resultado de parceria entre a Prefeitura, Governo Federal, Unesp, Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu e Fundação Gates.

Baixar arquivo
Saúde

Rio de Janeiro tem melhora no risco da pandemia

A região norte saiu da bandeira laranja e passou para a amarela, risco baixo; e a região litorânea foi da laranja para a vermelha. Com as mudanças o estado fica na bandeira laranja, que indica risco moderado.

Baixar arquivo