Deputados do Rio voltam atrás e desistem de mudar o nome do Maracanã

Publicado em 06/04/2021 - 16:34 Por Tâmara Freire - Repórter da Rádio Nacional - Rio de Janeiro

Os deputados estaduais do Rio de Janeiro, desistiram da lei que autorizou a mudança de nome do estádio do Maracanã. Uma mensagem comunicando a decisão, será enviada pelo presidente da Alerj, André Ceciliano, ao governador em exercício Claudio Castro, que tinha até esta quarta-feira para vetar ou sancionar a matéria, e ainda não havia se posicionado.

A desistência foi acordada em uma reunião do colégio de líderes nesta terça-feira. Ceciliano é um dos autores da proposta e disse que a posição de diversos deputados foi levada em conta.

Desde a década de 60, o estádio tem o nome oficial de Jornalista Mário Filho, em homenagem ao grande jornalista esportivo, dono do antigo Jornal dos Sports, e principal articulador para a construção do Maracanã no bairro que lhe cedeu o apelido, na zona norte carioca.

Com a mudança, o estádio passaria a se chamar Edson Arantes do Nascimento – Rei Pelé, uma reverência ao jogador - símbolo do futebol em todo o mundo.

Mesmo aprovada com quase unanimidade pelos deputados estaduais, a ideia de rebatizar o Maracanã causou muita polêmica e desagradou especialistas, torcedores, e principalmente a família de Mário Filho. Até mesmo o Ministério Público recomendou ao governador em exercício que vetasse a matéria, porque o estádio integra a identidade cultural da cidade, e mudar seu nome seria uma violação de patrimônio imaterial.

Edição: Beatriz Arcoverde/ Vitória Elizabeth

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Geral

Prefeitura do Rio reduz restrições e autoriza atividades coletivas

A Prefeitura do Rio de Janeiro avançou na flexibilização das restrições para conter a pandemia de covid-19. Agora é permitido fazer atividades coletivas tanto em espaços públicos, quanto em áreas particulares. Mas a permanência nesses locais, apenas por lazer continua vetada.

Baixar arquivo
Saúde

Brasil receberá 15,5 milhões de doses da vacina da Pfizer até junho

Quase dois milhões de doses da vacina da Pfizer serão antecipados ao Brasil, entre abril e junho.

Baixar arquivo
Meio Ambiente

Brasil e União Europeia realizam encontro sobre mudanças climáticas

A ideia do encontro foi estabelecer um diálogo político sobre as mudanças climáticas e o desenvolvimento sustentável. 

Baixar arquivo
Política

Senado debate projeto que proíbe reajuste de medicamentos na pandemia

A correção nos preços é autorizada anualmente e definida pela Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos, ligada ao Ministério da Justiça.

Baixar arquivo
Geral

Cheia do Rio Negro pode afetar quatro mil pessoas em Manaus

De acordo com boletim do Serviço Geológico do Brasil, o rio Negro segue em processo de enchente, subindo a uma média de 5 cm por dia, considerado alto para o período.

Baixar arquivo
Esportes

A 100 dias de Tóquio, Brasil já confirmou 200 vagas em 21 modalidades

A 100 dias dos jogos de Tóquio, o Brasil já confirmou 200 vagas em 21 modalidades e ainda tem chance de classificação em mais 30. Saiba mais com Astrid Nick. 

Baixar arquivo