Prefeitura do Rio reduz restrições e autoriza atividades coletivas

Publicado em 14/04/2021 - 14:28 Por Tâmara Freire - Repórter da Rádio Nacional - Rio de Janeiro
Atualizado em 14/04/2021 - 14:27

A Prefeitura do Rio de Janeiro avançou mais um passo na flexibilização do decreto que estabelece as restrições para conter a pandemia de covid-19. Agora é permitido fazer atividades coletivas tanto em espaços públicos, quanto em áreas particulares. Isso inclui as praias, parques e cachoeiras. No entanto, a permanência nesses locais, apenas por lazer, ou além do tempo da prática esportiva, continua vetada.

A Prefeitura também estendeu o horário de funcionamento dos clubes sociais e esportivos, que passam a funcionar das seis da manhã, até as nove da noite.

A nova redação do decreto reforça que a permissão é condicionada ao respeito das medidas de proteção a vida, que determinam o distanciamento social, o uso de máscaras e a higienização frequente das mãos. O texto também ressalta que as atividades coletivas não podem gerar aglomerações.

Nos últimos dias, a fila de pacientes aguardando leitos de internação tem caído no Rio. E, depois de passar de 100 em várias ocasiões, nesta quarta-feira havia 76 pessoas à espera de uma vaga.
A  taxa de ocupação das UTIs é de 91%. E os dados das últimas 24 horas também preocupam, já que mais de 1.500 novos infectados foram confirmados, com 488 registros de casos graves e 181 óbitos.

Edição: Vitória Elizabeth/ Beatriz Arcoverde

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Geral

Bruno Covas, prefeito de São Paulo, morre aos 41 anos

Bruno Covas descobriu o câncer em outubro de 2019. O quadro exigiu várias sessões de quimioterapia em um tratamento que seguiu até o começo de 2020. Em abril deste ano, exames constataram que a doença havia se espalhado para o fígado e os ossos.

Baixar arquivo
Geral

Governo restringe entrada de estrangeiros vindos da Índia

Após recomendação da Anvisa, o governo federal proibiu temporariamente a entrada no país de passageiros estrangeiros de voos com origem ou passagem pela Índia, pelo Reino Unido, pela Irlanda do Norte e pela África do Sul.

Baixar arquivo
Geral

Quadro de saúde de Bruno Covas é irreversível, segundo boletim médico

Covas soube que estava com câncer entre o esôfago e o estômago em 2019. Internado desde 02 de maio no hospital Sírio-Libanês, ele está sedado e acompanhado de familiares.

Baixar arquivo
Saúde

Município de Botucatu realiza vacinação em massa

A iniciativa consiste em estudo da vacina produzida pelo laboratório Astrazeneca; e é resultado de parceria entre a Prefeitura, Governo Federal, Unesp, Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu e Fundação Gates.

Baixar arquivo
Saúde

Rio de Janeiro tem melhora no risco da pandemia

A região norte saiu da bandeira laranja e passou para a amarela, risco baixo; e a região litorânea foi da laranja para a vermelha. Com as mudanças o estado fica na bandeira laranja, que indica risco moderado.

Baixar arquivo
Política

Corpo de Picciani é cremado em cerimônia no Rio de Janeiro

Jorge Picciani morreu aos 66 anos, na madrugada dessa sexta-feira, no hospital Vila Nova Star, em  São Paulo, onde estava internado desde o dia 8 de abril, para tratar de um câncer na bexiga.

Baixar arquivo