Massa de ar frio pode provocar até registro de neve no país

Frente fria só vai embora depois de domingo (1º)

Publicado em 28/07/2021 - 12:05 Por Beatriz Albuquerque - Repórter da Rádio Nacional - Brasília

Tirar os casacos do armário porque só a região Nordeste é que não está na rota da massa de ar frio de origem polar que chegou ao Brasil nesta semana. E essa frente vai despencar as temperaturas em grande parte do país, provocando chuvas, geadas, temperaturas negativas e até um possível registro de neve.

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) afirma que o frio deve chegar com força a partir desta quarta-feira (28) e só vai embora depois de domingo (1º). As temperaturas mais baixas devem ser registradas nos estados do Sul do país, que podem atingir até 8 graus negativos, em regiões mais altas. A máxima, nesses locais, não chega a 10 graus.

Na região Sudeste também há previsão de temperaturas negativas ao amanhecer, principalmente nesta quinta (29) e sexta-feira (30).

Morgana Almeida, meteorologista do Inmet, afirma que toda a previsão foi passada às defesas civis dos estados para garantir a segurança da população desses locais.

Cidades da região Sul já estão se preparando para o frio. Maringá, Cascavel, Cianorte e Paranavaí montaram abrigos provisórios para proteger pessoas em situação de rua. Curitiba, Londrina e Foz do Iguaçu ampliaram as vagas dos albergues já existentes. Em Ponta Grossa, um ginásio foi adaptado para receber os moradores de rua que fogem do frio.

Até mesmo os locais conhecidos pelas altas temperaturas vão ver os termômetros despencarem. Os moradores de Cuiabá, por exemplo, vão sofrer com frio de 13º C nos próximos dias. Essa massa de ar polar deve interferir na dinâmica do clima até na Amazônia, onde há previsão de frio também. A meteorologia prevê queda brusca de temperatura na porção sudoeste da região, causando o fenômeno da friagem por lá.

O Inmet afirma, ainda, que pode nevar nas serras gaúcha e catarinense. Geadas intensas podem acontecer em toda a região Sul, no sul de Mato Grosso do Sul e no sudoeste de São Paulo.

Edição: Leila Santos/ Renata Batista

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Saúde

Fiocruz conclui estudo que mostra eficácia de vacinas contra a covid

O levantamento foi feito do dia 17 de janeiro até 19 de julho, a partir de mais de 66 milhões de registros de vacinas. E apontou que a efetividade dos imunizantes varia de acordo com a faixa etária do público.

Baixar arquivo
Cultura

Povoado Mumbuca, Jalapão, realiza festa da colheita do capim-dourado

As hastes da planta são utilizadas para a confecção de artesanatos, como bolsas, bijuterias e objetos de decoração. Essa técnica é uma herança dos índios Xerente, habitantes da região.

Baixar arquivo
Saúde

Boletim Fiocruz aponta queda no número de casos e de mortes por covid

O número de casos e de mortes por covid -19 sofreu a maior queda desde o início de 2021, segundo o último Boletim do Observatório Covid-19 Fiocruz. São 12 semanas consecutivas de diminuição no número de mortes.

Baixar arquivo
Esportes

Filha de Pelé posta foto com o pai no Albert Einstein em SP

Kely Nascimento acompanha o pai, Pelé, que teria voltado à UTI, de onde saiu a dois dias, por conta de um problema de refluxo.

Baixar arquivo
Justiça

Criptoativos apreendidos serão depositados em conta judicial

O total apreendido, avaliado em cerca de R$ 150 milhões, vai ser depositado em uma conta judicial para destinação futura, a ser definida pela Justiça. A Câmara Criminal decidiu ainda criar um grupo de trabalho para auxiliar os procuradores em casos envolvendo moedas digitais.

Baixar arquivo
Saúde

Covid: Vacinação de gestante e puérpera está muito abaixo do esperado

. Pouco mais de 40% das gestantes e das mulheres que acabaram de dar à luz, as puerperas, tomaram pelo menos uma dose da vacina contra o coronavírus.

Baixar arquivo