MPRJ e governo do Rio discutem situação de famílias em Itaguaí

Publicado em 05/07/2021 - 12:23 Por Lígia Souto - Repórter da Rádio Nacional - Rio de Janeiro

O Ministério Público do Rio de Janeiro e o governo do estado devem se reunir nesta segunda-feira para discutir as medidas necessárias de apoio e atendimento às famílias retiradas de um terreno da Petrobras em Itaguaí, Região Metropolitana da capital. Na última quinta-feira, após determinação da Justiça, a Polícia Militar cumpriu mandado de reintegração de posse na área, ocupada por centenas de famílias no início de maio. Após a remoção, os casebres que serviam de moradia foram derrubados no acompanhamento, batizado de "Campo de Refugiados Primeiro de Maio”.

As pessoas retiradas do local foram encaminhadas para abrigos disponibilizados pela prefeitura de Itaguaí. Cerca de 330 famílias cadastradas estão temporariamente alojadas em duas escolas do município. A informação foi confirmada pelo Ministério Público. 

A Petrobras informou que o mandado de reintegração foi autorizado pelo Superior Tribunal de Justiça e cumprido com o apoio da Secretaria de Assistência Social de Itaguaí para garantir uma “desocupação segura e pacífica”.

O processo, no entanto, foi marcado por momentos de tensão. Houve tentativa de negociação para que as famílias deixassem o acampamento, mas as conversas não avançaram. Após resistência dos moradores, policiais chegaram a lançar bombas de efeito moral para entrar no terreno e jatos d'água para dispersar as pessoas. 

A reunião desta segunda-feira acontece após o Ministério Público instaurar inquérito para acompanhar como está sendo prestado o atendimento à essas famílias. O MP também informou que promotores estão, desde o início do processo, fiscalizando o acolhimento disponibilizado para garantir amparo necessário às pessoas que integravam esse acampamento e que vivem em situação de extrema vulnerabilidade.

Edição: Ana Lúcia Caldas/Edgard Matsuki

Últimas notícias
Geral

SP: Polícia Civil analisa novas imagens de ônibus de dupla sertaneja

No último dia 7 de maio, o ônibus tombou e matou 6 pessoas, entre elas o do cantor Aleksandro, que fazia dupla com Conrado, na altura da cidade de Miracatu, no interior de São Paulo.

Baixar arquivo
Economia

Ministério da Economia prevê inflação de 7,9% para 2022

A Secretaria de Política Econômica justificou que o aumento dos preços dos alimentos, dos combustíveis e dos serviços fez a equipe do governo revisar para cima a previsão do IPCA para 2022.

Baixar arquivo
Saúde

Doação de leite humano só atende metade da demanda no Brasil

Dia Mundial de Doação de Leite Humano, celebrado nesta quinta-feira (19), é uma iniciativa para a proteção e promoção do aleitamento materno. 

Baixar arquivo
Política

Presidente da República almoça com embaixadores de 18 países no Rio

Como exemplo de situações de instabilidade mundial, que demonstram a segurança oferecida pelo Brasil, Jair Bolsonaro citou os riscos de desabastecimento que vários países vêm passando.

Baixar arquivo
Geral

Rio de Janeiro: crimes contra a vida têm queda de 17%

Os dados são relativos aos primeiros quatro meses de 2022 na comparação com o mesmo período do ano passado. Foram 1.025 vítimas, o menor número desde 1991.

Baixar arquivo
Saúde

Covid-19: número de testes positivos em farmácias cresce 54% em maio

Dos 210 mil testes realizados na primeira quinzena do mês, quase 50 mil comprovaram a infecção pelo coronavírus. Já em abril, foram 262 mil no total e cerca de 32 mil confirmaram a presença do Sars-Cov-2.

Baixar arquivo