Rio amplia flexibilização desde que haja vacinação e redução de óbitos

Publicado em 30/07/2021 - 14:51 Por Lígia Souto - Repórter da Rádio Nacional - Rio de Janeiro

O novo plano de reabertura e flexibilização das medidas restritivas na cidade do Rio de Janeiro, anunciado pela prefeitura, vai depender de três fatores: a evolução positiva do cenário epidemiológico da pandemia de covid-19, com redução de casos e óbitos; a entrega regular de vacinas pelo Ministério da Saúde e a adesão em massa da população à campanha de imunização.

Durante a apresentação do trigésimo Boletim Epidemiológico, nesta sexta-feira, o secretário de Saúde, Daniel Soranz, afirmou que o planejamento para a liberação gradual das atividades foi possível graças a uma redução no número de internações nas últimas semanas. Segundo ele, a expectativa era de aumento da demanda por leitos hospitalares durante o inverno, quando normalmente crescem os casos das síndromes gripais e respiratória aguda grave.

Ao anunciar as condições impostas para a reabertura, Soranz destacou, no entanto, que, até o momento, nenhuma medida restritiva foi alterada. E reforçou, ainda, que, caso as condicionantes não sejam alcançadas, o plano poderá ser adiado.

Até o momento, o Rio vacinou 3,7 milhões de pessoas com a primeira dose, o que equivale a 57,8% da população. O esquema completo, com as duas doses ou a dose única da Janssem, atendeu à quase um milhão e seiscentas mil pessoas ou 25,3% do total de moradores do município.

Ainda durante a divulgação do novo boletim, a prefeitura anunciou a liberação de publico no jogo do Flamengo contra o Olímpia do Paraguai pela Libertadores da América, partida acontece no próximo dia 18. A decisão, no entanto, restringiu a presença de torcedores à 10 % da capidade total do Maracanã. A porcentagem ficou bem abaixo da solicitada pelo clube rubro negro, que foi de 30%.

Edição: Vitória Elizabeth / Beatriz Arcoverde

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Cultura

Povoado Mumbuca, Jalapão, realiza festa da colheita do capim-dourado

As hastes da planta são utilizadas para a confecção de artesanatos, como bolsas, bijuterias e objetos de decoração. Essa técnica é uma herança dos índios Xerente, habitantes da região.

Baixar arquivo
Saúde

Boletim Fiocruz aponta queda no número de casos e de mortes por covid

O número de casos e de mortes por covid -19 sofreu a maior queda desde o início de 2021, segundo o último Boletim do Observatório Covid-19 Fiocruz. São 12 semanas consecutivas de diminuição no número de mortes.

Baixar arquivo
Esportes

Filha de Pelé posta foto com o pai no Albert Einstein em SP

Kely Nascimento acompanha o pai, Pelé, que teria voltado à UTI, de onde saiu a dois dias, por conta de um problema de refluxo.

Baixar arquivo
Justiça

Criptoativos apreendidos serão depositados em conta judicial

O total apreendido, avaliado em cerca de R$ 150 milhões, vai ser depositado em uma conta judicial para destinação futura, a ser definida pela Justiça. A Câmara Criminal decidiu ainda criar um grupo de trabalho para auxiliar os procuradores em casos envolvendo moedas digitais.

Baixar arquivo
Saúde

Covid: Vacinação de gestante e puérpera está muito abaixo do esperado

. Pouco mais de 40% das gestantes e das mulheres que acabaram de dar à luz, as puerperas, tomaram pelo menos uma dose da vacina contra o coronavírus.

Baixar arquivo
Política

Justiça interroga Sérgio Cabral, ex-governador do Rio, nesta sexta

O ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral foi interrogado pelo juiz Marcel Laguna na Central de Audiência de Custódia, no 4° andar do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, no centro da capital.

Baixar arquivo