PF deflagra operação que mira corrupção na compra de testes rápidos

Publicado em 09/09/2021 - 13:26 Por Beatriz Albuquerque - Repórter da Rádio Nacional - Brasília

A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira a operação Select. O alvo desta vez é a compra de kits de testes rápidos para detecção da Covid-19 adquiridos com sobrepreço por 7 prefeituras paraibanas: Caldas Brandão, Mamanguape, Cuité de Mamanguape, Alhandra, Lagoa de Dentro, Serra da Raiz e Lagoa.

O esquema funcionava assim: uma empresa, que não era do ramo de insumos médicos até data próxima ao início da pandemia, firmou contratos com diversas prefeituras da Paraíba para fornecer esses testes rápidos. Aí era aplicado um preço de 89% sobre o valor contratado, o que causou um prejuízo aos cofres públicos de R$ 2,8 milhões. Esses recursos vieram do SUS – o Sistema Único de Saúde, com verbas destinadas ao enfrentamento da Covid-19.

Ainda segundo a investigação, os testes foram adquiridos sem licitação, com procedimentos supostamente fraudados. Na operação, já foram cumpridos 28 mandados de busca e apreensão na capital, João Pessoa, e nos municípios investigados.

Edição: Leila Santos/Edgard Matsuki

Últimas notícias
Geral

Quase triplica o número de furtos de cabos nos trens do Rio de Janeiro

Do início do ano até o último domingo, foram furtados mais de 56 mil metros de cabos. A situação tem causado prejuízos não só a empresa. Muitos passageiros reclamam de atrasos e superlotação.

Baixar arquivo
Economia

Plano Safra 2022/2023 anuncia R$ 340,8 bilhões para a agropecuária

Do total disponibilizado ao Plano Safra, R$ 246 bilhões vão ser destinados ao custeio e comercialização da atividade agrícola. Os R$ 94 bilhões restantes serão para investimentos no setor.

Baixar arquivo
Política

Presidente da Caixa pede demissão após denúncias de assédio sexual

Na carta de demissão encaminhada ao presidente Jair Bolsonaro, Guimarães negou as acusações e alegou que desde que assumiu a presidência da Caixa sempre combateu toda forma de assédio.

Baixar arquivo
Direitos Humanos

Procurador que espancou a chefe em cidade paulista vira réu

Demetrius Oliveira de Macedo foi filmado dando socos e chutes em Gabriela de Barros no local de trabalho. As agressões só pararam quando ela já estava desacordada no chão e foi arrastada pelas colegas para outra sala.

Baixar arquivo
Geral

Greve de ônibus em São Paulo termina após determinação da Justiça

A prefeitura de São Paulo deve decidir se aumenta o valor dos subsídios pagos às empresas de ônibus para compensar os custos maiores com o óleo-diesel e reajuste de salários, ou, se aumenta a tarifa do transporte público.

Baixar arquivo
Política

TCU aprova contas do governo federal de 2021 com ressalvas

Dentre os problemas apontados estão: o desvio de finalidades na aplicação de recursos da Seguridade Social; e a aplicação abaixo do previsto em projetos de irrigação na região Centro-Oeste.

Baixar arquivo