Ministério do Trabalho e Previdência alerta aposentados sobre golpes

Publicado em 13/10/2021 - 08:16 Por Kariane Costa - Repórter da Rádio Nacional - Brasília

Criminosos têm telefonado para aposentados, pensionistas e outros segurados do INSS para aplicar golpes e pedir a transferência de dinheiro, segundo alerta do Ministério do Trabalho e Previdência.

O golpe funciona assim, por meio de e-mails, mensagens SMS, ligação ou mesmo por aplicativos como WhatsApp, os golpistas entram em contato com o beneficiário e argumentam que ele teria direito a receber valores atrasados pagos pela Previdência Social.

Na ligação, os criminosos pedem dados pessoais e solicitam transferência ou depósito de dinheiro para liberar os supostos valores de benefícios atrasados.

Os estelionatários usam como isca três estratégias. Informam que há atraso no pagamento, na revisão do beneficio ou que está sendo realizada uma auditoria.

Para evitar cair nessa fraude, a primeira dica é sempre desconfiar quando receber uma mensagem ou telefonema de um remetente não desconhecido.

Ofertas e promoções também são usados como atrativos. Acione o filtro anti-spam no seu e-mail, e é importante questionar a instituição para ter certeza que é uma mensagem verdadeira.

Thiago Guimarães, especialista em segurança digital e pesquisador do Laboratório de Politicas Públicas e Internet alerta que outro cuidado é com golpes que pedem transferência via pix.

Também entre as recomendações estão, não informar dados pessoais por telefone, não enviar códigos solicitados por meio de aplicativos de mensagens e não depositar ou transferir qualquer valor. Em caso de dúvidas, o aposentado deve desligar a chamada e telefonar para a Central 135. Thiago Guimarães também dá algumas dicas se você perceber que foi vítima de um ataque, como avisar a instituição e pedir estorno em caso de pagamento com o cartão de crédito.

Em nota, a Previdência reforçou que não pede dados pessoais dos seus segurados por e-mail ou telefone e também não realiza nenhuma forma de cobrança para prestar o atendimento nem realizar seus serviços

Edição: Jacson Segundo / Beatriz Arcoverde

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Saúde

STJ decide que plano de saúde deve custear remédio de canabidiol

O Superior Tribunal de Justiça determinou que uma operadora de plano de saúde forneça medicamentos à base de canabidiol a um paciente diagnosticado com epilepsia grave. O canabidiol é extraído da Cannabis sativa, planta conhecida como maconha.

Baixar arquivo
Política

PEC dos Precatórios deve ser votada nesta quarta na Câmara

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, marcou para esta quarta-feira a votação da PEC dos Precatórios. Prevista na pauta dessa terça-feira, Lira justificou que o adiamento foi necessário porque faltava conversar com alguns líderes sobre o texto.

Baixar arquivo
Geral

Santa Catarina passa a adotar número de RG igual ao do CPF em novembro

. Quem já tiver o RG, o número continua valendo, mas quem for emitir a primeira via já não vai contar com um número separado do RG.

Baixar arquivo
Saúde

Alerj aprova liberação do uso de máscaras ao ar livre no estado do Rio

O projeto aprovado pela Alerj ainda precisa seguir para sanção ou veto  do governador Cláudio Castro, que tem um prazo de 15 dias para publicar a decisão.

Baixar arquivo
Geral

Roubo de cabos de energia dificultou trajetos do metrô em São Paulo

Segundo o Metrô, foram roubados 30 metros de cabos do sistema que alimenta a energia dos trens. A confusão começou por volta das 5h e também comprometeu a operação na Linha Azul.

Baixar arquivo
Saúde

INCA alerta para perigos do consumo coletivo de narguilés na pandemia

Para além dos riscos da transmissão de doenças como a covid, caso a mangueira seja compartilhada, uma sessão de narguilé, que costuma durar entre 1hora a 90 minutos, equivale ao consumo de 100 cigarros comuns. 

Baixar arquivo