Uberaba recebe projeto-piloto de conectividade 5G para o agronegócio

Publicado em 02/12/2021 - 16:08 Por Dayana Vitor - Repórter da Rádio Nacional - Brasília

O quarto projeto-piloto de conectividade 5G para o setor do agronegócio ocorreu nesta quinta-feira (2). Desta vez, a atividade foi em Uberaba, no Triângulo Mineiro. Os três primeiros projetos foram conhecidos em Rondonópolis, no Mato Grosso, em Sorocaba, no estado de São Paulo e, em Londrina, no Paraná. O projeto é uma iniciativa do governo federal, com empresas de tecnologia.

A atividade contou com a presença do ministro das Comunicações, Fábio Faria, e outras autoridades. Eles conheceram experiências tecnológicas, como o Sistema para Apoio no Diagnóstico de Pastagens Degradadas, desenvolvido pelo Instituto Federal do Triângulo Mineiro. Também projetos da Internet das Coisas para monitoramento de ambientes, da saúde de animais e de máquinas no agronegócio.

Em Rondonópolis, evento semelhante ocorreu em maio deste ano. Na ocasião, uma antena instalada em uma fazenda do Instituto Mato-grossense do Algodão permitiu que o sinal 5G chegasse ao local. Em junho, foi a vez de Sorocaba, em São Paulo, começar o projeto piloto de conectividade com a nova tecnologia. A antena de transmissão foi instalada no Centro Universitário da Facens.

Em Londrina, a instalação ocorreu em agosto deste ano. Uma das demonstrações do uso da tecnologia 5G no campo foi no chamado Gado Digital, onde é possível rastrear o animal por meio de um brinco colocado na orelha de cada exemplar.

Até julho de 2022, todas as 27 capitais brasileiras e o Distrito Federal deverão contar com a  nova conexão. Já em 2028, a meta é que a cobertura atinja todas as cidades do país. Essas foram as metas estipuladas aos vencedores do leilão das quatro frequências da tecnologia, finalizado no dia 5 de novembro deste ano.  

Assim que o 5G estiver em funcionamento, a velocidade da internet será de dez a 100 vezes mais rápida na transmissão de dados do que as redes 4G, o que permitirá aumentar o número de dispositivos conectados ao mesmo tempo. Haverá mais facilidade para realizar downloads de arquivos, filmes, menos interferências em telechamadas e maior precisão em telecirurgias. 

E como será possível? Bem, as redes 5G vão funcionar por meio de ondas de rádio, como acontecia com as redes móveis anteriores. 

Mas, para que essas e outras melhorias se tornem realidade para os brasileiros, as empresas de telefonia que arremataram as frequências por quase R$ 47 bilhões, terão que instalar toda uma infraestrutura para o acesso ao sinal 5G, como novas antenas.

Edição: Leila dos Santos / Nathália Mendes

Últimas notícias
Economia

C6 Bank, BMG e BTG Pactual são os bancos com mais reclamações, diz BC

Segundo o Banco Central, cobranças indevidas no cartão de crédito, problema com segurança e sigilo dos dados dos clientes ocupam o topo da lista no quesito de reclamações.

Baixar arquivo
Política

AGU cobra informações sobre vacinação infantil no país

Cobrança surge após caso da vacinação inadequada contra a Covid-19 feita em crianças de Lucena, na Paraíba. Na cidade, crianças receberam doses vencidas e de dosagem para adultos.

Baixar arquivo
Saúde

Mais de 1 milhão de pessoas são portadoras de vitiligo no Brasil

A doença não é contagiosa e é caracterizada pela perda de pigmentação da pele que provoca áreas brancas. Autoestima dos portadores ainda esbarra no preconceito que existe na população.

Baixar arquivo
Segurança

Polícia Militar ocupa a comunidade do Jacarezinho no Rio de Janeiro

No dia seguinte ao início da Operação Cidade Integrada, 250 policiais militares seguem ocupando o local com o objetivo de reestruturar a segurança pública da área. Organizações criticam falta de transparência no programa.

Baixar arquivo
Economia

Consumidor que economizou 10% de energia terá desconto na conta de luz

O consumidor que economizou, pelo menos, 10% de energia elétrica nos últimos quatro meses de 2021 vai receber desconto na conta de luz de janeiro.

Baixar arquivo
Cultura

Rio de Janeiro celebra Dia de São Sebastião, padroeiro da cidade

Segundo historiadores, Sebastião foi um soldado romano, martirizados por sua fé em Jesus. Nas religiões de matriz africana, no Rio, ele é sincretizado no Orixá Oxóssi, senhor da caça e da fartura.

Baixar arquivo