Ômicron: governadores tomam medidas para evitar avanço da pandemia

Publicado em 20/01/2022 - 09:39 Por Daniella Longuinho - Repórter da Rádio Nacional - Brasília

A alta no registro de novos casos de covid-19 no país nos últimos dias e a rápida propagação da variante Ômicron têm feito governos estaduais restringirem novas atividades econômicas e endurecerem medidas para evitar o avanço da pandemia. 

O governo do Distrito Federal, por exemplo, publicou novo decreto nessa quarta-feira (19) proibindo aglomeração e pistas de dança em bares, shows e casas noturnas. Eventos públicos, como o projeto Brasília Iluminada, foram suspensos. 

Em coletiva de imprensa, o secretário da Casa Civil, Gustavo Rocha, informou que o governador em exercício Paco Britto assinou novo decreto sobre a volta do uso obrigatório de máscaras em locais aberto, já publicado no Diário Oficial do DF e com efeito imediato.

No Amapá, com aumento de 230% no número de novos casos, o governo e as prefeituras suspenderam shows artísticos e festas públicas e privadas até 31 de janeiro, e o carnaval 2022 foi cancelado.

No Rio Grande do Sul, das 21 regiões organizadas para o enfrentamento do novo coronavírus, 12 estão em alerta em função do aumento de transmissão e terão que elaborar novos planos para conter a disseminação.

Em transmissão pela internet nessa quarta, o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite destacou que a alta de casos no estado vai refletir nos leitos hospitalares.

Para o médico infectologista Julival Ribeiro, outra medida preventiva de transmissão da covid-19 que poderia ser adotada pelos estados é a volta do trabalho remoto. 

O virologista Bergmann Ribeiro, professor da Universidade de Brasília, defende que medidas anunciadas até agora pelos estados e municípios deveriam ter sido tomadas antes das festividades de fim de ano. E explica que o espalhamento da nova onda de covid-19 pode atingir o pico no final de fevereiro

Segundo os últimos dados divulgados pelo Ministério da Saúde, nas últimas 24 horas, o Brasil bateu recorde de novas contaminações com 204 mil casos; os óbitos foram 338. Há uma semana, o número de casos era aproximadamente 87.500 e os óbitos, 133.

*Com produção de Ariane Póvoa

Edição: Roberto Piza/ Marizete Cardoso

Últimas notícias
Geral

Companhias aéreas voltam a oferecer serviço de bordo

A liberação do serviço de bordo foi possível após decisão tomada pela Anvisa no último dia 12

Baixar arquivo
Economia

Paulo Guedes participa do Fórum Econômico Mundial, em Davos

Pela primeira vez, desde o início da pandemia de Covid-19, o Fórum Econômico Mundial faz a reunião presencialmente

Baixar arquivo
Geral

Prefeitura do Rio faz acordo com empresas de ônibus e mantém tarifa

Em reunião realizada na última sexta-feira, ficou acordado que a prefeitura vai assumir a bilhetagem e pagar um subsídio às empresas com base na quilometragem rodada, e não mais com base no número de passageiros transportados

Baixar arquivo
Direitos Humanos

Pessoas aptas para adoção são 8 vezes mais do que crianças disponíveis

Mas, série de exigências desses país mantém 4.104 crianças e adolescentes no país sem uma nova família

Baixar arquivo
Saúde

Covid-19: estado de emergência termina oficialmente neste domingo

A situação de emergência começou em fevereiro de 2020, antes que o surto de covid se transformasse em pandemia

Baixar arquivo
Saúde

Brasileiro diagnosticado com varíola dos macacos está em isolamento

O paciente tem 26 anos. Saiu de Portugal, passou pela Espanha e entrou na Alemanha

Baixar arquivo