Prioridade são as famílias que perderam seus pertences, diz Romeu Zema

Publicado em 10/01/2022 - 20:14 Por Daniel Ito - Repórter da Rádio Nacional - Brasília

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema, promoveu uma reunião nesta segunda-feira (10) para tratar das consequências das fortes chuvas que atingem o estado. Participaram do encontro secretários municipais, representantes das forças de segurança e prefeitos de cidades mineiras.

A reunião foi convocada principalmente por causa das enchentes e pelo risco iminente do rompimento de barragens no estado. A barragem da Usina do Carioca está em alerta máximo, e a Defesa Civil está orientando os moradores de Pará de Minas, Pitangui e Onça de Pitangui a deixarem suas casas imediatamente por conta do risco de rompimento.

Depois do encontro, o governador Romeu Zema falou sobre os trabalhos que estão sendo realizados para amenizar os problemas causados pelas chuvas.

As fortes chuvas que atingem Minas Gerais provocaram uma série de estragos durante o fim de semana. No domingo, uma barragem da mina de Pau Branco, em Nova Lima, transbordou e atingiu um trecho da BR-040.

No sábado (08), as chuvas intensas provocaram o desabamento de uma rocha no lago Furnas, em Capitólio, que caiu sobre embarcações turísticas que estavam no local. Dez pessoas morreram e mais de 30 ficaram feridas.

Todas as dez mortes foram de pessoas que estavam no mesmo barco — uma lancha chamada "Jesus', que foi atingida em cheio pela rocha que desabou. Para o governador Romeu Zema, a tragédia no lago Furnas foi uma fatalidade que não poderia ser prevista pelas autoridades.

A Polícia Civil de Minas Gerais informou que já identificou os corpos das dez vítimas do acidente. O trabalho de identificação contou com o auxílio de agentes da Polícia Federal.

E depois da tragédia no lago Furnas, o ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, decidiu convocar uma reunião com secretários dos Estados para avaliar e mapear os pontos turísticos de todo o país que apresentam risco de desastres naturais. 

Edição: Sheily Noleto / Guilherme Strozi

Últimas notícias
Economia

Ministério da Economia prevê inflação de 7,9% para 2022

A Secretaria de Política Econômica justificou que o aumento dos preços dos alimentos, dos combustíveis e dos serviços fez a equipe do governo revisar para cima a previsão do IPCA para 2022.

Baixar arquivo
Meio Ambiente

Projeto troca pilhas e materiais eletrônicos por verduras e hortaliças

Moradores de Palmas, no Tocantins, que tiverem pilhas, baterias, computadores, celular e outros eletrônicos inutilizados podem trocá-los por verduras, hortaliças e mudas de árvores no Instituto Natura Vida.

Baixar arquivo
Saúde

Doação de leite humano só atende metade da demanda no Brasil

Dia Mundial de Doação de Leite Humano, celebrado nesta quinta-feira (19), é uma iniciativa para a proteção e promoção do aleitamento materno. 

Baixar arquivo
Política

Presidente da República almoça com embaixadores de 18 países no Rio

Como exemplo de situações de instabilidade mundial, que demonstram a segurança oferecida pelo Brasil, Jair Bolsonaro citou os riscos de desabastecimento que vários países vêm passando.

Baixar arquivo
Geral

Rio de Janeiro: crimes contra a vida têm queda de 17%

Os dados são relativos aos primeiros quatro meses de 2022 na comparação com o mesmo período do ano passado. Foram 1.025 vítimas, o menor número desde 1991.

Baixar arquivo
Saúde

Covid-19: número de testes positivos em farmácias cresce 54% em maio

Dos 210 mil testes realizados na primeira quinzena do mês, quase 50 mil comprovaram a infecção pelo coronavírus. Já em abril, foram 262 mil no total e cerca de 32 mil confirmaram a presença do Sars-Cov-2.

Baixar arquivo