Estudo aponta que vulnerabilidade ambiental eleva surto de zoonoses

Publicado em 30/06/2022 - 12:13 Por Gabriel Corrêa - Repórter da Rádio Nacional - Maranhão/ São Luís

O estudo liderado pelo Centro de Síntese em Biodiversidade e Serviços Ecossistêmicos, da Fiocruz, aponta que o aumento recente de vulnerabilidade ambiental e social pode acelerar um próximo surto de zoonoses no país.

A pesquisa aponta que apenas oito estados brasileiros têm baixo risco para surto de doenças transmitidas por animais. Os estados amazônicos são considerados de médio a alto grau. Isso por causa da diversidade de espécies naturais. Mas a pesquisa aponta que, atualmente, há uma sobreposição dessas regiões com as áreas de maior desmatamento.

Dois exemplos são os casos de malária e leishmaniose, diretamente relacionadas a essas áreas. Já hantavírus e a febre amarela estão ligadas a atividades agrícolas em locais desmatados há pouco tempo.

Dentro da Amazônia legal, o Maranhão tem 34% do território coberto por floresta e também é considerado de alto risco. Já o Ceará, onde o principal bioma é a Caatinga, tem baixo risco. Os outros sete estados com baixo risco para zoonoses são Rio Grande do Norte, Paraíba, Alagoas, Sergipe, Goiás, Paraná e Rio Grande do Sul.

Outra característica comum entre todos os oito estados com baixo risco é a rede de acesso ao sistema de saúde e ao tratamento para infectados. Segundo os pesquisadores, se o paciente não consegue médico em um município, pode ter acesso ao sistema de saúde de outra cidade mais rápido.

A caça, que é uma atividade ilegal no país, exceto para subsistência, também tem contribuído para o risco. Segundo o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, o mercado de carne de caça na Amazônia Central é de aproximadamente 35 milhões de dólares por ano e a carne de mamíferos é a mais consumida.

O estudo da Fiocruz reuniu dados das duas últimas décadas e se baseou no protocolo europeu, que considera o risco à exposição e estruturas de enfrentamento a situações de risco. 

Últimas notícias
Política

Rio: Comissão da Câmara nega recurso do vereador Gabriel Monteiro

A Comissão de Justiça e Redação da Câmara do Rio de Janeiro negou o recurso apresentado pelo vereador Gabriel Monteiro em que alega irregularidades na fase de instrução do processo no Conselho de Ética.

Baixar arquivo
Geral

Frente fria avança pelo litoral da região Sudeste

A frente é acompanhada por uma massa de ar polar que reduziu as temperaturas no Rio Grande do Sul e Santa Catarina em até 10 ºC.

Baixar arquivo
Saúde

Anvisa libera uso obrigatório de máscaras em aviões e aeroportos

A análise técnica da Anvisa apontou que a flexibilização do uso de máscaras não vai resultar em um aumento no número de mortes pela doença.

Baixar arquivo
Economia

Consórcio privado vence leilão para gerir 454 km de rodovias em MG

O consórcio formado pelas empresas Equipav e Perfin arrematou em pouco mais de R$ 377 milhões o valor da concessão. Grupo já havia vencido outro leilão na semana passada. 

Baixar arquivo
Pesquisa e Inovação

Estudo revela quais insumos da amazônia são mais pesquisados no país

Açaí, tucumã e buriti são os que mais apareceram em pesquisas científicas publicadas nos últimos cinco anos por instituições de pesquisa brasileiras sobre matérias-primas da região, segundo a empresa World-Transforming Technologies.

Baixar arquivo
Esportes

Tenista Bia Haddad sofre derrota no 1º Jogo do WTA 1000 de Toronto

E no dia 27 de agosto, Berlim na Alemanha recebe o Mundial IAU de 100 quilômetros. Para representar o Brasil, a Confederação Brasileira de Atletismo convocou dez atletas, cinco no naipe feminino e cinco no masculino.

Baixar arquivo