Em encontro, Lula diz que quer retomar parceria com Venezuela

Presidente defende ir além da relação comercial

Publicado em 29/05/2023 - 16:32 Por Sayonara Moreno - Repórter da Rádio Nacional - Brasília

Na véspera do encontro de líderes da América do Sul, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva quer uma relação plena com a Venezuela, defende o país no BRICS e quer cooperação energética com o país vizinho.

Nesta segunda-feira (29), Lula recebeu, no Palácio do Planalto em Brasília, o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, para um encontro bilateral. Após a reunião, Lula disse que quer retomar a parceria com o país vizinho, para além da relação comercial.

Ainda nesta questão de segurança fronteiriça, o presidente brasileiro defendeu a retomada do Conselho de Defesa da América do Sul, para combater crimes como narcotráfico nas fronteiras do Brasil com os países vizinhos, com atuação das forças armadas para garantir a soberania dessas nações. Ao lado do presidente venezuelano, Lula disse que quer recuperar a união energética entre os países.

Sobre essa questão, Nicolás Maduro assumiu o compromisso de recuperar essa cooperação elétrica.

Lula defendeu que a Unasul, União dos Países da América do Sul, atue como um bloco. Para questões econômicas, de investimento e no meio ambiente. O presidente brasileiro também defendeu a entrada da Venezuela no BRICS, grupo formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul.

Ainda na pauta geopolítica e econômica, Lula disse sonhar com negociações entre os países com mais liberdade, sem depender do dólar e, para isso, defendeu uma moeda própria para o BRICS.

O encontro de líderes da Unasul ocorre nesta terça-feira (30), em Brasília. O presidente venezuelano, Nicolás Maduro, que veio participar, disse que vai propor que os países-membros peçam aos Estados Unidos, a suspensão de todas as sanções que o país impôs à Venezuela.

Edição: Paula Castro/ Renata Batista

Últimas notícias
Geral

Lei que criminaliza bullying prevê pena de até quatro anos de prisão

O objetivo da lei, sancionada este ano, é inibir essa prática nas escolas e, principalmente, no mundo virtual, onde o Brasil está no topo da lista nesse assunto. Menores de idade podem ser responsabilizados pela Vara da Infância e da Juventude.

Baixar arquivo
Geral

Brasil pede esforço para conter escalada de tensão no Oriente Médio

O governo brasileiro manifestou grave preocupação com os relatos de envio de drones e mísseis do Irã em direção a Israel. O comunicado pede que todas as partes envolvidas exerçam máxima contenção e chama a comunidade internacional para mobilizar esforços e evitar uma escalada.

Baixar arquivo
Internacional

Ruas de Israel amanhecem vazias após ataques do Irã

Domingo é o primeiro dia da semana de trabalho em Israel. Depois de uma madrugada em claro, acompanhando ao vivo os ataques, os israelenses acordaram com uma sensação ambígua: o alívio pelo bom funcionamento do sistema de defesa, mas também o temor do que está por vir.

Baixar arquivo
Política

Renegociação de dívidas e PEC das Drogas agitam o Senado

PEC das Drogas, renegociação de dívida dos estados, revisão do Código Civil, Imposto de Renda. A semana vai ser cheia no Senado.

Baixar arquivo
Internacional

Irã afirma que não pretende seguir com ataques contra Israel

O chefe das Forças Armadas iranianas, Mohammad Bagheri, indicou nesta manhã que o ataque contra Israel na noite de sábado "atingiu todos os seus objetivos" e que Teerã não tem "nenhuma intenção" de dar sequência à operação. 

Baixar arquivo
Saúde

Ficar sentado por muito tempo é um dos grandes vilões para o coração

Estudos recentes constatam a importância do movimento para a saúde cardiovascular. Idosos que ficaram sentados 30 minutos a menos, todos os dias, diminuíram a pressão arterial.

Baixar arquivo