Avenida Niemeyer no RJ segue liberada para tráfego

Ministro negou pedido do MP que pedia interdição da via

Publicado em quarta-feira, 13 Janeiro, 2021 - 14:32 Por Tatiana Alves - Rio de Janeiro

A Avenida Niemeyer, que fica na zona sul do Rio de Janeiro, vai permanecer liberada. ​​​​​O presidente do Superior Tribunal de Justiça, ministro Humberto Martins, negou um novo pedido do Ministério Público do Estado que pedia a interdição da via. 

O ministro Humberto Martins argumentou que a solicitação do MP foi baseada em uma notícia veiculada na imprensa sobre deslizamento de terras no local, sem elementos concretos para justificar a interdição da avenida.

De acordo com a prefeitura, o deslizamento teria sido, na verdade, a queda de um pedaço de terra do tamanho da palma da mão, o que não justifica uma nova interdição da via.

A avenida – que liga os bairros do Leblon a São Conrado – foi interditada, inicialmente, em maio de 2019 por decisão do Tribunal de Justiça do Rio, após um temporal na cidade ter provocado deslizamentos de pedras e lama.

Em março de 2020, o então presidente do STJ, ministro João Otávio de Noronha, atendeu a um pedido da administração municipal e determinou a reabertura da via. Segundo Noronha, a prefeitura conseguiu demonstrar que havia segurança para o tráfego. No mesmo mês, o Ministério Público entrou com recurso junto à Corte Especial contra essa decisão. 

Mesmo com a permanência da liberação determinada pela Justiça, a Avenida Niemeyer ficará temporariamente interditada pela prefeitura do Rio para limpeza das encostas, entre as 22h e as 5h, às quintas, sextas, segundas e terças. Nos sábados, domingos e feriados, o fechamento se dará entre as 9h e 17h. O trânsito segue liberado nos demais horários.  As restrições de circulação vão até o próximo dia 22.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Educação

Niterói classifica educação como atividade essencial

Com isso, escolas poderão funcionar e ano letivo deve começar em março. Atualmente, a cidade está no nível amarelo de controle da covid-19, o que significa que até o ensino fundamental pode retornar às aulas presenciais. O secretário de Educação disse que, no entanto, ainda não há decisão para reabertura imediata das escolas.

Baixar arquivo
Geral

Em Sergipe, prefeito deve responder por tomar vacina contra a covid-19

Prefeito do interior do estado de Sergipe poderá responder por ter tomado a vacina contra a covid-19 sem fazer parte dos grupos prioritários. 

Os detalhes com Pedro Ramos, da Rádio UFS FM de Aracaju. 

Baixar arquivo
Geral

INSS suspende atendimento do PREVBarco a comunidades do Amazonas

Com o agravamento da pandemia no Amazonas, o INSS resolveu suspender as missões dos chamados PREVBarcos, que são Unidades Móveis Flutuantes de atendimento à população ribeirinha e trabalhadores rurais.

Baixar arquivo
Justiça

Governo do AM terá que prestar informações sobre falta de oxigênio

Nessa terça-feira (19), a justiça determinou que o governo  do Amazonas devolva,  em 48 horas, 155 cilindros de oxigênio reabastecidos ao município de Coari. Em caso de descumprimento, a multa pode chegar até R$10 milhões.

Baixar arquivo
Saúde

Cuidados contra a covid-19 devem ser mantidos mesmo após vacina

A vacina contra a covid-19 começou a ser aplicada em todo o país. E junto com as doses, surgem algumas dúvidas: Os hábitos da população devem mudar após o início da vacinação? Quem já tomou a vacina pode transmitir o vírus? Em entrevista à Rádio Nacional, o diretor da Sociedade Brasileira de Infectologia do Distrito Federal, David Urbaez, explicou quais são os cuidados que devemos tomar.  

Baixar arquivo