Campanha do TSE vai combater desinformação sobre urna eletrônica

Sistema digital fez 25 anos nesta semana e nunca foi violado

Publicado em 14/05/2021 - 19:51 Por Victor Ribeiro - Repórter da Rádio Nacional - Brasília

Uma campanha nos meios de comunicação vai tirar dúvidas e combater a desinformação sobre a segurança das urnas eletrônicas. A ação foi anunciada nessa sexta-feira (14) pelo presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Luís Roberto Barroso. Esta semana faz 25 anos que as eleições começaram ser digitais no país.

O presidente do TSE disse que existe muita confusão e algumas pessoas acabam defendendo a volta do voto em papel. Uma Proposta de Emenda à Constituição sobre voto impresso está em discussão na Câmara dos Deputados.

Barroso afirmou que a Justiça Eleitoral vai respeitar a decisão dos parlamentares, desde que seja constitucional.

Em setembro do ano passado, o Supremo Tribunal Federal considerou inconstitucional o voto em papel. Isso porque até hoje nenhum modelo de votação manual se mostrou eficiente para evitar fraudes. Por outro lado, nesses 25 anos, nunca ocorreu violação do sistema de urnas eletrônicas.

Luís Roberto Barroso destacou o que mudaria com o voto impresso.

O presidente do TSE lembrou que, nos Estados Unidos, a eleição é em cédulas de papel e, no ano passado, até o então presidente Donald Trump entrou com 50 ações na Justiça, alegando fraude. Todas foram rejeitadas por falta de provas.

Barroso explicou que as urnas brasileiras têm 30 camadas de segurança e são submetidas a testes a cada dois anos. Ele acrescentou que o sistema é auditável a qualquer momento e, para aumentar a transparência, o TSE vai criar uma comissão externa de acompanhamento.

Essa comissão deve ser criada nas próximas semanas. Luís Roberto Barroso conta com o grupo para acompanhar, já no segundo semestre, os preparativos para a eleição do ano que vem.

Edição: Sheily Noleto/ Sumaia Villela

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Política

CPI da Pandemia lista 14 pessoas que passam a ser investigadas

Relator da CPI da Pandemia do Senado, Renan Calheiros, divulgou uma lista com 14 pessoas que, inicialmente eram testemunhas, e agora passam a ser investigadas. Entre elas, estão o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga.

Baixar arquivo
Segurança

Quatro pessoas foram mortas em operação contra facção criminosa

Quatro pessoas foram mortas nesta sexta-feira, incluindo um adolescente de 16 anos, em uma operação contra uma facção criminosa coordenada pela polícia civil do Rio de Janeiro em conjunto com as polícias civis do Pará e do Amazonas e ainda com apoio da Polícia Militar do Rio.  

Baixar arquivo
Esportes

Série D tem clássico potiguar e duelo paulista na tela da TV Brasil

O fim de semana de Série D na TV Brasil começa às 15h (horário de Brasília) deste sábado (19), com o duelo paulista entre Portuguesa e Santo André. No domingo, às 16h, tem Clássico Rei potiguar pelo Grupo 3: América de Natal e ABC, no estádio das Dunas.

Baixar arquivo
Economia

Procon-SP quer saber detalhes sobre a segurança dos celulares

Com o aumento de roubos de celulares para o acesso a aplicativos bancários, o Procon de São Paulo notificou empresas de telefonia como Samsung, Apple e Motorola, além de instituições financeiras e bancos para saber o grau de vulnerabilidade dos aparelhos.

Baixar arquivo
Geral

Bolsonaro participa da entrega de títulos rurais no Pará

A 500 quilômetros de Belém, capital do Pará, o presidente Jair Bolsonaro participou da entrega de títulos rurais, na cidade de Marabá, nesta sexta-feira (18).

Baixar arquivo
Saúde

Saúde libera R$ 2,8 milhões para o Programa Consultório na Rua

O Ministério da Saúde liberou R$ 2,8 milhões para  ampliar o Programa Consultório na Rua, que atende pessoas em situação de vulnerabilidade social. Atualmente, 158 equipes financiadas pelo ministério atuam em todo o país.

Baixar arquivo