No Rio, deputado estadual Anderson Alexandre á afastado pela justiça

Publicado em 28/01/2022 - 18:43 Por Tatiana Alves - Repórter da Rádio Nacional - Rio de Janeiro

O deputado estadual Wanderson Gimenes Alexandre, do Solidariedade, conhecido como Anderson Alexandre, foi afastado(nesta sexta-feira pela Justiça por crime de responsabilidade e por integrar organização criminosa, na qual atuava como líder.

De acordo com a denúncia, enquanto ocupou o cargo de prefeito de Silva Jardim, na Baixada Litorânea, entre os anos de 2013 e 2016, Anderson e outras sete pessoas se organizaram para desviar recursos municipais em proveito próprio.

As investigações concluíram que os oito denunciados, liderados pelo deputado estadual, desviaram mais de um milhão de reais dos cofres públicos. Pelo menos 54 “funcionários fantasmas” foram designados para ocupar funções comissionadas na prefeitura.

A denúncia também relata que, nos meses de agosto e novembro de 2016, os advogados Emerson Santos Leite, ex-procurador-geral do município, e Fhelipe de Souza Amorim, orientaram ao menos 32 servidores nomeados de forma indevida, dentro da Procuradoria-Geral do Município, para que ficassem em silêncio em seus depoimentos junto ao Ministério Público Estadual para atrapalhar as investigações sobre o desvio do dinheiro.

Também foram denunciados e afastados das funções públicas Roni Luiz Pereira da Silva, ex-presidente da Câmara Municipal de Silva Jardim, e os ex-vereadores Jazimiel  Pimentel, Adão Firmino e Flávio , acusados de colaborar para a prática dos crimes.

Os envolvidos no esquema criminoso estão com os bens bloqueados e foram proibidos  de acessar ou frequentar quaisquer repartições públicas do município de Silva Jardim, evitando que exerçam nova influência sobre as testemunhas.

Em nota, a defesa do deputado Anderson Alexandre informou que o parlamentar jamais praticou atos ilícitos, nunca foi condenado criminalmente em nenhuma instância e tem convicção de que será feita justiça.

Edição: Roberto Piza / Beatriz Arcoverde

Últimas notícias
Direitos Humanos

Câmara aprova MP que abre crédito para doar alimentos a quilombolas

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quinta-feira a medida provisória que abre crédito extraordinário de R$ 167,2 milhões para o Ministério da Cidadania distribuir cestas de alimentos à população quilombola. A matéria segue para o Senado.

Baixar arquivo
Geral

Defesa Civil de São Paulo emite alerta para ressaca marítima

São esperadas ondas de até 4 metros de altura, em todo o litoral do estado de São Paulo.  A recomendação é que os banhistas evitem a prática de esportes aquáticos ou que utilizam o vento, como surf, windsurf e kitesurf.

Baixar arquivo
Direitos Humanos

Defensoria Pública e Conectas denunciam violência na Cracolândia em SP

A Defensoria Pública de São Paulo e a organização não-governamental Conectas Direitos Humanos encaminharam nesta semana à Comissão Interamericana de Direitos Humanos um pedido de proteção para a população em situação de rua e de usuários de drogas que vive na chamada Cracolândia, na capital paulista.

Baixar arquivo
Política

Governo Federal deve cortar mais R$ 10 bilhões dos ministérios

E para um possível reajuste de 5% a categorias do funcionalismo público como policiais rodoviários federais e agentes penitenciários será necessário um novo corte de mais R$ 7 bilhões nas despesas. 

Baixar arquivo
Economia

Congresso debate importância do petróleo na transição energética

A redução das emissões de carbono no setor de óleo e gás foi um dos assuntos abordados nesta quinta-feira no Congresso Mercado Global de Carbono – Descarbonização & Investimentos Verdes.

Baixar arquivo
Geral

Podcast Entrevista é Nacional: a luta contra o abuso sexual infantil

A campanha Maio Laranja é um incentivo ao combate ao abuso e à exploração sexual infantil no Brasil.  A presidente do Instituto Infância Protegida, Raquel Vieira de Andrade Oliveira, fala da importância de conscientizar toda sociedade para evitar situações que colocam as crianças em risco

Baixar arquivo