Suspensa decisão da Funai que nega proteção de terras não homologadas

Para Barroso, do STF, a suspensão visa a proteção dos povos indígenas

Publicado em 02/02/2022 - 21:40 Por Kariane Costa - Repórter da Rádio Nacional - Brasília
Atualizado em 02/02/2022 - 22:09

O ministro do Supremo Tribunal Federal, Luís Roberto Barroso suspendeu a validade de dois atos administrativos da Fundação Nacional do Índio que negavam proteção a terras indígenas não homologadas.

Na prática, os documentos restringiam o trabalho da Funai somente aos territórios que tiveram processo de demarcação reconhecidos pelo governo.

Barroso argumentou que a suspensão da proteção territorial abre caminho para que terceiros passem a transitar nas terras indígenas, colocando em risco a saúde dessas comunidades.

O ministro determinou ainda que a Funai implemente ações de proteção independente das áreas indígenas estarem homologadas. Isto porque além do impacto sobre povos situados em terras ainda não demarcadas, os atos podem afetar indígenas isolados e de recente contato.

Barroso também considerou que é possível verificar nova tentativa da Funai de se omitir na prestação de serviços aos povos indígenas e destacou que em caso de descumprimento, vai pedir ao Ministério Público a apuração de crime de desobediência.

A ação foi proposta pela Articulação dos Povos Indígenas do Brasil - Apib. De acordo com a entidade, os documentos da Fundação Nacional do Índio contrariam normas constitucionais de proteção aos direitos dos indígenas e a jurisprudência do STF.

Procuramos a Funai, mas até o momento a Fundação não retornou nosso contato.

Edição: Sheily Noleto / Beatriz Arcoverde

Últimas notícias
Política

Semana na Câmara terá discussão da PEC que aumenta Auxílio Brasil

Expectativa é que os deputados analisem a PEC que prevê o aumento do Auxílio Brasil, cria o voucher caminhoneiro,um auxílio a taxistas e amplia valor do auxílio gás.

Baixar arquivo
Saúde

DF tem primeiro caso confirmado da varíola dos macacos

Paciente, que não teve a identidade revelada, é um homem na faixa etária de 30 a 39 anos, com histórico de viagem para a Europa.

Baixar arquivo
Geral

Alagoas: já são 50 cidades em situação de emergência devido às chuvas

De acordo com o último balanço divulgado pela Defesa Civil, há 40 mil pessoas desalojadas e desabrigadas, que estão sendo levadas para escolas, ginásios e prédios públicos. 

Baixar arquivo
Cultura

Cem anos do rádio no Brasil: os programas femininos

Com a popularização do rádio nos anos 30, as emissoras precisavam apresentar uma programação mais elaborada e atraente. Surgiram, então, os programas segmentados e, entre eles, os que eram dedicados ao público mais ativo e fiel do rádio, o feminino.

Baixar arquivo
Geral

Cantareira vai a 40% do nível de água e entra em estado de alerta

Sabesp informou que ainda não há risco de desabastecimento. Sistema é composto por seis mananciais que, juntos, estão operando com 54% da capacidade.

Baixar arquivo
Geral

Chuvas: 40 mil pessoas estão desalojadas ou desabrigadas em Alagoas

As fortes chuvas que caíram em Alagoas a partir da madrugada deste sábado (02) deixaram 40 mil pessoas entre desalojadas e desabrigadas.

Baixar arquivo