Telegram tem bloqueio suspenso no Brasil

Publicado em 21/03/2022 - 15:30 Por Sayonara Moreno - Repórter da Rádio Nacional - Brasília

Depois de cumprir a determinação judicial, o aplicativo de mensagens Telegram teve o bloqueio suspenso pelo ministro do Supremo Tribunal Federal, Alexandre de Moraes. Para cumprir a decisão judicial, o advogado Alan Campos Elias Thomaz foi indicado como representante do Telegram, no Brasil. Segundo a empresa, ele tem experiência em direito e tecnologia, possui acesso direto à administração da ferramenta e capacidade para responder às solicitações da justiça.

O Telegram respondeu às demandas do STF, informando que monitora os cem canais mais populares do Brasil e que acompanha a mídia brasileira. Além disso, tem relações de trabalho com agências de checagem de notícias e vai restringir postagem pública para usuários que espalham desinformação. Também vai atualizar termos de serviço e promover informações verificadas.

Uma das importantes providências a serem tomadas no combate à desinformação é que o Telegram vai analisar as leis brasileiras, em cooperação com o TSE, Tribunal Superior Eleitoral. As informações foram enviadas ao STF quando o aplicativo ainda estava bloqueado e foram encaminhadas junto com o pedido para que seja liberado no país, com a promessa de melhorar os procedimentos.

A decisão de suspender o funcionamento do Telegram no Brasil foi do ministro Moraes, enviada à empresa no último sábado (19). Nela, o ministro citou que decisões judiciais não foram cumpridas pelo Telegram, a exemplo do “bloqueio de perfis, indicação de usuários e suspensão de repasse de valores”. A administração da ferramenta informou algumas medidas tomadas, mas o ministro Alexandre de Moraes manteve a decisão de bloqueio até que todas as determinações fossem atendidas, o que ocorreu nesse domingo.

Em fevereiro deste ano, Alexandre de Moraes determinou que o Telegram bloqueasse três perfis utilizados para disseminar informações falsas e mensagens de ódio, pela plataforma. O bloqueio das contas estava determinado desde janeiro, quando o Supremo não conseguiu intimar um representante da empresa no Brasil.

 

Edição: Jacson Segundo / Guilherme Strozi

Últimas notícias
Direitos Humanos

Corpo de Dom Phillips é velado em Niterói, no Rio de Janeiro

Durante o velório, um pronunciamento foi lido pela irmã do jornalista. Sian Phillips destacou os motivos que levaram Dom a ser assassinado e selou um compromisso de continuar o trabalho dele.

Baixar arquivo
Saúde

Navio hospitalar atenderá comunidades ribeirinhas do Pantanal

Até o dia 3 de julho, o Navio de Assistência Hospitalar Tenente Maximiano vai percorrer os 520 quilômetros no trecho sul do Rio Paraguai para atendimentos médicos e odontológicos.

Baixar arquivo
Educação

Covid: Fiocruz reafirma importância de manter aulas presenciais

A Fundação Oswaldo Cruz enfatiza que é necessário ter disponibilidade de testes para covid-19 na comunidade escolar e recomenda que seja dada prioridade à vacinação com doses de reforço aos trabalhadores da educação.

Baixar arquivo
Cultura

Cem anos do rádio no Brasil: a Rádio Nacional

Não é possível contar a história do rádio no Brasil, sem mencionar a Rádio Nacional. Entre os anos 1940 e 1950, a emissora foi responsável por inesquecíveis programas, formatos e profissionais de nosso rádio.

Baixar arquivo
Geral

Acidente com avião de pequeno porte deixa três mortos em SP

Um avião de pequeno porte caiu em Salto do Pirapora no interior de São Paulo. Depois da queda, a aeronave pegou fogo. Três pessoas morreram no acidente. O piloto, a esposa e uma funcionária do casal. O corpo de bombeiros foi acionado pouco antes do meio-dia e trabalhou no resgate. 

Baixar arquivo
Meio Ambiente

Multas ambientais são convertidas em insumos para proteção de animais

São equipamentos como mesa de atendimento veterinário, ultrassonografia, terapia a laser e a construção de recintos de voo, utilizados para tratamento e reabilitação dos animais.

Baixar arquivo