Principal sistema de abastecimento de água de SP entra em alerta

Publicado em terça-feira, 5 Janeiro, 2021 - 18:46 Por Eliane Gonçalves - undefined

O principal sistema de abastecimento de água da região metropolitana da capital paulista, o sistema Cantareira, estava operando com 36,8% da capacidade nesta terça-feira (5).

Índices abaixo de 40% são classificados na faixa de alerta pela Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp).

O resultado é que a empresa diminui a quantidade de água retirada do manancial - de 33 mil litros por segundo para 27 mil litros por segundo.

Quem mora na Grande São Paulo já começa a sentir o problema. Ana Thalia é de Barueri, vive numa área muito afetada na crise hídrica que atingiu o estado de São Paulo em 2014 e já notou que a água passou a chegar com menos pressão.

Em nota, a Sabesp descartou o risco de desabastecimento na região metropolitana, e explicou que a diminuição da vazão ocorre no período noturno. A medida é usada para reduzir vazamentos em um horário onde o consumo é menor.

A empresa também recomendou a economia de água, e deu dicas como usar vassoura e balde em vez de mangueiras para lavar garagens e calçadas; não dar descarga sem necessidade e não usar água corrente para descongelar alimentos.

Além do Cantareira, outros seis mananciais atendem a região metropolitana: Alto Tietê, Guarapiranga, Cotia, Rio Grande, Rio Claro e São Lourenço. Os sistemas funcionam de forma integrada e nesta terça-feira operavam com 48% da capacidade total.

Edição: Ana Pimenta

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Geral

INSS suspende atendimento do PREVBarco a comunidades do Amazonas

Com o agravamento da pandemia no Amazonas, o INSS resolveu suspender as missões dos chamados PREVBarcos, que são Unidades Móveis Flutuantes de atendimento à população ribeirinha e trabalhadores rurais.

Baixar arquivo
Justiça

Governo do AM terá que prestar informações sobre falta de oxigênio

Nessa terça-feira (19), a justiça determinou que o governo  do Amazonas devolva,  em 48 horas, 155 cilindros de oxigênio reabastecidos ao município de Coari. Em caso de descumprimento, a multa pode chegar até R$10 milhões.

Baixar arquivo
Saúde

Cuidados contra a covid-19 devem ser mantidos mesmo após vacina

A vacina contra a covid-19 começou a ser aplicada em todo o país. E junto com as doses, surgem algumas dúvidas: Os hábitos da população devem mudar após o início da vacinação? Quem já tomou a vacina pode transmitir o vírus? Em entrevista à Rádio Nacional, o diretor da Sociedade Brasileira de Infectologia do Distrito Federal, David Urbaez, explicou quais são os cuidados que devemos tomar.  

Baixar arquivo
Saúde

Por falta de insumo, Fiocruz adia entrega da vacina de Oxford

A Fiocruz adiou para março a entrega dos primeiros lotes da vacina desenvolvida em parceria com a universidade inglesa de Oxford e com a farmacêutica AstraZeneca. O motivo é o atraso na entrega do IFA, o Ingrediente Farmacêutico Ativo, pela AstraZeneca.

Baixar arquivo
Saúde

Vacinação na cidade do Rio continua amanhã apesar do feriado

Município comemora nesta quarta-feira (20) dia do padroeiro São Sebastião. Primeiro lote com mais de 115.000 doses de vacinas será destinado a profissionais de saúde e alguns grupos de risco.

Baixar arquivo