CNI lança estudo sobre experiências na redução das emissões de carbono

País precisa reduzir 37% da emissão de gases do efeito estufa até 2025

Publicado em 14/09/2021 - 22:11 Por Daniel Ito - Repórter da Rádio Nacional - Brasília

A necessidade de combater o aquecimento global para conservar o equilíbrio do clima no planeta já levou muitos países a adotarem medidas econômicas e políticas para diminuir a emissão de carbono na atmosfera. Esses esforços, em busca de uma economia sustentável, foram objeto do estudo "Mercado de Carbono – Análise de Experiências Internacionais" — lançado nesta terça-feira pela CNI, a Confederação Nacional da Indústria. A proposta, segundo a confederação, é apontar elementos desses sistemas que possam ser úteis e aplicáveis aqui no país.

No cenário internacional, o Brasil assumiu o compromisso de reduzir em 37% as emissões de gases do efeito estufa até 2025, com a meta de zerar essas emissões até 2050. O país também se comprometeu a zerar o desmatamento ilegal até 2030.

O gerente executivo de Meio Ambiente e Sustentabilidade da CNI, Davi Bomtempo explicou que com base na realidade ambiental brasileira e a partir das experiências internacionais, o estudo da confederação apontou uma série de estratégias para consolidar uma economia de baixo carbono aqui no Brasil.

Durante o evento da CNI que lançou o estudo, a chefe adjunta da delegação da União Europeia no Brasil, Ana Beatriz Martins, ressaltou que o setor da Indústria tem um papel fundamental para que os objetivos climáticos possam ser alcançados — principalmente a partir da implantação dos mercados de carbono.

No fim do próximo mês, os líderes globais vão se reunir em Glasgow, na Escócia, para a Vigésima Sexta conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas. O principal objetivo do evento é que as lideranças mundiais se comprometam com ações que acelerem as metas do Acordo de Paris para o equilíbrio do clima em nosso planeta.

Edição: Sheily Noleto / Beatriz Arcoverde

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Direitos Humanos

Este domingo é o Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência

O Centro Cultural Banco do Brasil promove, a partir das14h, conversas públicas presenciais em suas unidades, para ampliar o conhecimento e envolver a todos nos diferentes aspectos que caracterizam esta luta, que deve envolver todos os brasileiros com ou sem deficiência.

Baixar arquivo
Geral

Começa a Semana Nacional do Transito que discute a redução de mortes

Começou neste sábado,  e vai até o dia 27 deste mês, a Semana Nacional de Trânsito, com atividades de educação, conscientização e fiscalização nas ruas e estradas do país. Neste ano, o tema é ‘trânsito, sua responsabilidade salva vidas”.

Baixar arquivo
Geral

Decreto permite a Anatel ampliar acesso a internet

Um decreto sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro dá poder para a Anatel firmar compromissos com as operadoras de telecomunicações que ampliem o acesso à internet, especialmente nas localidades com baixa ou nenhuma conectividade.

Baixar arquivo
Saúde

Inca lança aplicativo para facilitar o cadastro de doadores de órgãos

O Redome, Registro Nacional de Doadores Voluntários de Medula Óssea, coordenado pelo Inca, Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva, lançou neste sábado um novo aplicativo para facilitar o cadastro de doadores de órgãos.

Baixar arquivo
Saúde

Programa Nacional de Imunizações completa 48 anos

Nos últimos meses quando se fala em Programa Nacional de Imunizações, o PNI, vem logo à mente a vacinação contra a covid-19.

Baixar arquivo
Meio Ambiente

Fogo que atinge a Chapada dos Veadeiros já consumiu 15,5 mil hectares

O incêndio que começou no último domingo, 12 de setembro, no Vale da Lua, na Chapada dos Veadeiros, em Goiás, continua ativo em duas frentes na região. Ao todo, o fogo já consumiu uma área de Cerrado equivalente a mais de 15,5 mil hectares.

Baixar arquivo