Petrobras quer neutralidade nas emissões de gases de efeito estufa

Publicado em 20/09/2021 - 16:57 Por Tatiana Alves- Repórter da Rádio Nacional - Brasília

A Petrobras anunciou, nesta segunda-feira, sua ambição em atingir a neutralidade das emissões nas atividades sob seu controle, em prazo compatível com o estabelecido no Acordo de Paris, tratado negociado durante a Conferência das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas de 2015, no âmbito da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre a Mudança do Clima.

O acordo prevê a adoção de políticas climáticas voltadas à redução de emissão de gases de efeito estufa, com o objetivo de limitar o aumento médio da temperatura global a menos de dois graus acima dos níveis pré-industriais até o fim do século.

A companhia também manifestou a intenção de influenciar seus parceiros a atingir a mesma ambição em campos de petróleo e gás nos quais a empresa é sócia, mas não é encarregada da operação.

Em nota, a Petrobras explica que a decisão está alinhada ao posicionamento mundial das 12 empresas que fazem parte da Iniciativa Climática para Óleo e Gás, consórcio do qual a Petrobras faz parte desde 2018. Juntas, essas empresas representam cerca de 30% da produção global de óleo e gás e colaboram para acelerar a transição para baixo carbono.

O diretor de Relacionamento Institucional e Sustentabilidade da Petrobras, Roberto Ardenghy, informou que nos últimos 11 anos, a companhia aprimorou em 47% sua eficiência em carbono na exploração e produção de petróleo e se estabeleceu como uma das produtoras de óleo e gás mais eficientes do mundo.

No seu Plano Estratégico, que vai de 2021 a 2025, a empresa prevê investimentos de 1 bilhão de dólares em compromissos de sustentabilidade, como a descarbonização das operações; o desenvolvimento de combustíveis mais sustentáveis, como diesel renovável e bioquerosene de aviação; e pesquisas em energias renováveis e soluções de baixo carbono.

Edição: Sâmia Mendes / Beatriz Arcoverde

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Geral

Empresa Brasil de Comunicação completa 14 anos

A estatal foi criada durante o 1°Fórum Nacional de TVs Públicas, em 2007, a partir da incorporação da Radiobrás e da Associação de Comunicação Educativa Roquette Pinto.

Baixar arquivo
Geral

Horário de verão não traz economia de energia, aponta estudo do ONS

A medida, que adianta uma hora nos relógios de alguns estados do país, já não está em vigor desde 2019, após decreto do Presidente Jair Bolsonaro.

Baixar arquivo
Saúde

Rio registra redução no número de óbitos pela covid-19

Os dados fazem parte da mais recente edição do Mapa de Risco da covid-19, divulgada pela Secretaria de Estado de Saúde.

Baixar arquivo
Saúde

Certificado de imunização está disponível para quem tomou duas vacinas

Antes, só era permitida e emissão do certificado para quem tivesse tomado duas doses da mesma vacina. Agora, a pessoa que  tomou doses de vacinas diferentes pode emitir o documento pelo aplicativo Conecte SUS.

Baixar arquivo
Saúde

IFA produzido no Brasil passa por controle de qualidade nos EUA

A produção do IFA nacional teve início em 21 de julho. A previsão é de que a submissão do pedido de alteração de registro da vacina da Astrazeneca à Agência Nacional de Vigilância Sanitária, contemplando o novo local de fabricação do IFA, ocorra em novembro.

Baixar arquivo
Saúde

Aeroporto de Confins concentra maiores amostras da covid-19

Na prática, os resultados dessa pesquisa, fornecem alertas dos riscos de aumento de incidência do vírus de forma regionalizada.

Baixar arquivo