PF cumpre mandados contra grilagem e desmatamento ilegal no Pará

Engenheiros, empresários e servidores públicos estão entre os alvos.

Publicado em 06/12/2023 - 14:46 Por Madson Euler - repórter da Rádio Nacional - São Luís

A Polícia Federal cumpriu, nesta quarta-feira (6), 11 mandados de busca e apreensão nos estados do Pará e Mato Grosso. O objetivo da Operação Retomada II é desarticular uma organização criminosa que realizava fraudes em várias instâncias para facilitar a invasão e desmatamento ilícito de terras da União.

Além de engenheiros, empresários e servidores públicos do Pará, estão entre os alvos duas empresas de regularização fundiária e um escritório de advocacia, que teria acesso privilegiado a autuações e embargos realizados por uma autarquia ambiental federal.

Segundo a PF, foi identificado que sócios e funcionários das duas empresas teriam fraudado cadastros de áreas públicas da União através da inserção de dados falsos. Esses funcionários também atuavam no planejamento e acompanhamento em tempo real do desmatamento.

Uma advogada é investigada por, supostamente, negociar o pagamento de propina a servidores públicos estaduais que teriam flagrado o desmatamento ilegal. 

A Justiça Federal decretou o sequestro de aproximadamente R$ 116 milhões, nove imóveis, e afastou de suas funções os servidores públicos e a advogada. A PF estima que pelo menos 22 mil hectares de terras públicas tenham sido invadidos para apropriação particular, e que boa parte foi desmatada para criação de gado. 

Edição: Nádia Faggiani/ Sumaia Villela

Últimas notícias
Política

Há 92 anos as mulheres conquistavam o direito de votar no Brasil

No Brasil também há uma legislação que determina cota mínima de gênero para candidatura nas eleições legislativas. 

Baixar arquivo
Geral

Polícia Federal prende suspeito por tentar invadir Palácio da Alvorada

O presidente Lula estava dentro da residência oficial no momento no incidente 

Baixar arquivo
Direitos Humanos

MDHC rechaça fake news sobre tráfico de crianças na Ilha do Marajó

O Ministério dos Direitos Humanos e da Cidadania divulgou nota alertando para a propagação de fake news com denúncias sobre a exploração sexual e o tráfico de crianças na Ilha do Marajó, no Pará.

Baixar arquivo
Segurança

Agentes da Força Nacional reforçam buscas por fugitivos em Mossoró

Mais de 500 polícias de diversas forças compõem a força tarefa de buscas por Rogério da Silva Mendonça e Deibson Cabral Nascimento. Os dois usaram ferramentas de uma obra que era realizada no presídio para fugir. 

Baixar arquivo
Esportes

Justiça Desportiva pune Sport por ataque a ônibus do Fortaleza

A decisão do presidente do tribunal, José Perdiz, reconheceu que o Sport, como clube mandante da partida, não se comprometeu com a segurança dentro e fora do estádio. Yuri Romão, presidente do clube, lembrou de casos recentes de ataques a ônibus de adversários que não tiveram a mesma punição 

Baixar arquivo
Geral

Terminal Gentileza é inaugurado no Rio

O terminal vai conectar os serviços do mais novo corredor de BRT, o Transbrasil, com o VLT e linhas de ônibus municipais. O nome do terminal faz referência a José Datrino, o Profeta Gentileza, que ficou conhecido por pinturas com mensagens em colunas de viadutos no Rio

Baixar arquivo