Isolamento social ajudou a reduzir em 25% os ruídos no Distrito Federal

Observatório Sismográfico

Publicado em 07/06/2020 - 09:23 Por Anna Luísa Praser - Brasília

A pandemia calou Brasília. E durante pouco mais de um mês, manteve a cidade mais silenciosa. Graças aos decretos de isolamento social, o ritmo frenético da capital foi interrompido e na semana seguinte à determinação do governador, chegou a ter uma redução em torno de 25% nos ruídos causados pela movimentação.

 

A emissão de sons, no entanto, foi aumentando gradualmente, a medida que as medidas de isolamento eram relaxadas e voltaram a níveis quase normais já no final de abril.

 

Esse fenômeno foi identificado pelo Observatório Sismográfico da UnB, que tem uma estação instalada no Parque Nacional de Brasília e que usualmente, monitora tremores e abalos da terra - conhecidos como terremotos. Mas, em uma situação tão atípica despertou a atenção dos pesquisadores.

 

De acordo com chefe do observatório sismográfico de Brasília, Marcelo Peres Rocha, esses equipamentos pode ser uma importante ferramenta de monitoramento do isolamento social. 

 

Esse estudo é parecido com experimentos realizados em outros países e que usaram as vibrações causadas pelos ruídos de movimentação para mensurar os efeitos da quarentena.

 

Em Bruxelas, capital da Bélgica, por exemplo, em meados de março, houve uma redução de 30% a 50% do ruído sísmico. No Nepal, a taxa chegou a 80%.

 

Os números foram menores no DF porque a estação que mede a movimentação está instalada em uma região próxima à área urbana, enquanto em outros lugares, o equipamento fica em área isolada, para medir a presença de tremores terrestres.

 

Agora, todas as obervações e conclusões dos pesquisadores brasileiros serão reunidos em um artigo a ser publicado em revista científica. Além disso, a equipe espera poder apresentar esses dados no Congresso Brasileiro de Geologia, previsto para acontecer em Brasília em outubro desse ano.

 

Com produção de Rosimary Cavalcante. 

Últimas notícias
Pesquisa e Inovação

Fiocruz celebra 122 anos com histórias de sucesso e projetos de futuro

Em 122 anos a fundação cresceu e está presente em todas as cinco regiões do Brasil, com núcleos em dez estados, além do Distrito Federal e ainda tem parcerias com instituições científicas de 50 países.

Baixar arquivo
Saúde

Amazonas: Oftalmologia Humanitária realizará cirurgias e doará óculos

Os moradores dos municípios de Barcelos, Santa Isabel e Novo Airão, no Amazonas vão receber atendimentos oftalmológicos de graça a partir deste domingo até o dia 7 de junho.

Baixar arquivo
Direitos Humanos

ONU pede investigação "célere e completa" sobre morte em ação da PRF

Genivaldo de Jesus Santos, de 38 anos, morreu depois de ser colocado por agentes da PRF dentro de uma viatura de onde saía muita fumaça. O IML de Sergipe identificou de forma preliminar a causa da morte como asfixia..

Baixar arquivo
Geral

Ao menos 33 pessoas morrem por causa das chuvas em Pernambuco

Uma única ocorrência neste sábado causou 19 óbitos: um deslizamento de barreira em uma comunidade na zona sul do Recife.

Baixar arquivo
Direitos Humanos

Dia da Dignidade Menstrual alerta para falta de acesso a itens básicos

Este sábado (28) é o Dia Internacional da Dignidade Menstrual, data que chama a atenção para a urgência de se garantir o acesso a itens de higiene, infraestrutura adequada e informação.

Baixar arquivo
Economia

Por liminar, justiça suspende demissões na Caoa Chery em Jacarei - SP

Segundo decisão da justiça do trabalho as dispensas coletivas precisam de prévia negociação considerando o impacto social que causam. A empresa tem prazo de cinco dias para o cumprimento da medida sob pena de multa de R$ 50 mil por dia. 

Baixar arquivo