Anvisa suspende pesquisa sobre tratamento da covid-19 com plasma

Testes vinham sendo realizados no Hospital Oswaldo Cruz, em São Paulo

Publicado em sexta-feira, 20 Novembro, 2020 - 14:39 Por Anna Luisa Praser - Brasília

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) suspendeu uma pesquisa de tratamento para a covid-19 que utiliza plasma sanguíneo extraído de cordões umbilicais e placentas humanas. O motivo da suspensão foi um evento adverso grave que não teve os detalhes divulgados.  

Os testes vinham sendo realizados pelo Hospital Alemão Oswaldo Cruz, em São Paulo.

O plasma, que é a matéria-prima do estudo, é a parte líquida do sangue onde são encontradas células como hemácias e glóbulos brancos, além de nutrientes.

De acordo com nota divulgada pela Anvisa, a pausa nos testes é para verificar a segurança do ensaio. Agora, serão analisados todos os dados recebidos da ocorrência e avaliar se vale a pena dar continuidade aos estudos. Para isso, serão considerados todos os riscos e os benefícios desse tratamento.

 A intercorrência aconteceu no dia 17 de novembro, mas a agência só publicou informações sobre o caso nessa quinta (19) à noite. A nota destacou ainda que esse tipo de interrupção é comum, e faz parte dos procedimentos de boas práticas clínicas esperadas para os estudos conduzidos no Brasil. A Anvisa ressaltou ainda que esse estudo não tem relação nenhuma com as vacinas que estão sendo testadas aqui no país.

É importante lembrar que o evento adverso nem sempre tem uma causa diretamente relacionada com o objeto de estudo. Ele pode acontecer durante ou depois do uso de um medicamento, mas não ter sido causado por ele. O termo é muito confundido com reação adversa, que é quando acontece um efeito prejudicial ou não desejado, de maneira imprevista, depois do uso de uma medicação.

Edição: Ana Pimenta

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Economia

Contas externas têm saldo positivo de US$ 1,5 bilhão em outubro

O resultado é a diferença entre todas as compras e vendas de mercadorias e serviços e transferências de renda do Brasil com outros países. Durante a pandemia, exportações recuaram, mas importações caíram ainda mais. Segundo economista, desvalorização do Real também influenciou no resultado.

Baixar arquivo
Geral

MP isenta cobrança de energia elétrica dos últimos 30 dias, no Amapá

Os moradores do Amapá não vão precisar pagar a conta de luz dos últimos 30 dias. Isto porque o presidente Jair Bolsonaro editou uma Medida Provisória nesta quarta-feira (25) que isenta a cobrança para os consumidores do estado.

Baixar arquivo
Geral

Empresa de ônibus do acidente com 41 mortos em SP está irregular

Colisão entre caminhão e ônibus deixou ainda 10 feridos, dois deles em estado grave. O ônibus pertencia à empresa de ônibus Star Turismo e Viagem. Segundo a Artesp, a Agência de transporte do Estado de São Paulo, desde outubro de 2019 a empresa estava operando ilegalmente, sem autorização na agência.

Baixar arquivo
Eleições 2020

Sessões eleitorais em comunidades indígenas têm restrições específicas

As sessões eleitorais localizadas em comunidades indígenas seguem protocolos específicos, por causa dos riscos da disseminação do novo coronavírus nessas populações.

Baixar arquivo
Saúde

Infogripe: Brasil registra tendência de crescimento de casos de SRAG

Alerta para o aumento de casos da Síndrome Respiratória Aguda Grave no Brasil. O último boletim Infogripe da Fiocruz aponta uma tendência de retomada de crescimento desses casos.

Baixar arquivo
Geral

Prefeito de Belo Horizonte diz que poderá voltar a fechar comércio

Segundo o último boletim da Secretária de Saúde, divulgado nesta terça-feira, a incidência de novos casos por 100 mil habitantes cresceu de 52 para 90,9 em novembro. Kalil disse que endurecerá medidas contra desrespeito a normas sanitárias, fechando estabelecimentos flagrados com irregularidades.

Baixar arquivo