Projeto que institui o marco legal das startups é sancionado

Publicado em 02/06/2021 - 08:44 Por Daniella Longuinho - Repórter da Rádio Nacional - Brasília

O presidente Jair Bolsonaro sancionou nessa terça-feira o projeto de lei que institui o marco legal das startups e do empreendedorismo inovador.  

As startups são organizações empresariais ou societárias, de diversos ramos, que atuam com inovação aplicada aos negócios, produtos ou serviços ofertados. São empresas com receita bruta anual de até R$ 16 milhões e até dez anos de inscrição no CNPJ, o Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica. 

Segundo a Secretaria-Geral da Presidência da República, a nova lei simplifica a criação dessas empresas inovadoras, bem como fomenta a pesquisa, aprimora o ambiente de negócios no país e facilita contratações com a administração pública. 

O especialista em direito público e coordenador da Incubadora Tecnológica da Universidade de Brasília, Levi dos Santos, destaca as principais mudanças do marco legal das startups.

Uma das novidades da nova lei é a criação do 'ambiente regulatório experimental', regime pelo qual a empresa pode lançar novos produtos e serviços experimentais com menos burocracia e mais flexibilidade no seu modelo.

O marco legal também prevê a figura do 'investidor-anjo', que não é considerado sócio, e nem responde por qualquer obrigação da empresa, mas é remunerado por seus aportes. 

O governo vetou dispositivo do texto aprovado pelo Congresso que criava uma renúncia fiscal, que não fazia parte do projeto original do marco legal.  

Edição: Roberto Piza/Edgard Matsuki

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Economia

Câmara aprova desestatização da Eletrobras

O texto-base da medida foi aprovado por 258 votos a 136. A medida já havia sido aprovada pela Câmara, mas sofreu alterações no Senado na semana passada e, por isso, precisou passar por nova votação dos deputados.

Baixar arquivo
Saúde

Covid-19: Queiroga diz que adultos serão vacinados até setembro

Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, prometeu nesta segunda-feira vacinar toda população adulta contra o coronavírus com pelo menos uma dose até setembro. Nesta segunda-feira chegou a 501 mil o número de mortos pela covid -19.

Baixar arquivo
Política

Ministros do TSE esclarecem segurança da urna eletrônica a deputados

Os ministros do Tribunal Superior Eleitoral receberam durante a tarde um grupo de deputados federais que fazem parte da comissão especial que discute a Proposta de Emenda à Constituição do voto impresso. Eles conheceram detalhes do sistema de votação eletrônica.

Baixar arquivo
Saúde

Grávidas e puérperas já podem ser vacinadas no DF contra a covid-19

As grávidas e as mulheres que ainda estão no período de resguardo pós parto, de 45 dias -  as puérperas - já podem ser vacinadas no Distrito Federal contra a covd-19. Mas é preciso se cadastrar no sistema de agendamento da Secretaria de Saúde.

Baixar arquivo
Saúde

Covid-19: Pesquisa aponta que vacinação evitou 40 mil mortes de idosos

Pesquisa aponta que este ano vacinação já evitou mais de 40 mil mortes de idosos pela covid-19 no Brasil. Os cálculos,indicam que sem a vacinação, a tendência era que em 2021, nos seis primeiros meses, o número de mortes de idosos com mais 70 anos ultrapassaria os 90 mil.

Baixar arquivo
Geral

Em 2019, 1,8 milhão de crianças foram submetidas ao trabalho infantil

1,8 milhão de crianças e adolescentes foram submetidas ao trabalho infantil em 2019, e o trabalho infantil tem um perfil de cor e idade.

Baixar arquivo