Senado aprova regulamentação da PEC das Domésticas

Publicado em 07/05/2015 - 01:24 Por Lucas Pordeus Leon - Brasília

Aprovada em março de 2013, a proposta que estende às empregadas domésticas os direitos assegurados aos demais trabalhadores demorou mais de dois anos para ser regulamentada pelo Congresso Nacional. O Senado derrubou as principais mudanças ao projeto feitas pela Câmara. As alterações contrariaram a orientação do governo.

 

O pagamento da multa por demissão sem justa causa, por exemplo, vai ser parcelado, de acordo com o texto aprovado no Senado. A Câmara tinha estabelecido que a multa de 40% do valor do FGTS deveria ser paga imediatamente após a demissão.

 

O autor do requerimento, senador Romero Jucá, do PMDB, explica que o objetivo é evitar os conflitos entre empregado e empregador.

 

Para poder pagar a multa da demissão sem justa causa, o empregador vai depositar 3,2% do salário em um fundo para pagar a demissão. O senador do PDT, Telmário Mota, argumenta que isso pode fazer com que os empregadores busquem demitir por justa causa.

 

Mudou também a contribuição do empregador ao INSS. Os senadores fixaram o recolhimento em 8% do salário, percentual inferior ao aprovado pelos deputados, que previa uma contribuição de 12%. No total, com o texto aprovado pelo Senado, os patrões vão pagar 20% de encargos sobre o salário dos empregados.

 

O pagamento das folgas acumuladas no banco de horas também mudou e deve ser feito em até um ano. No texto que veio da Câmara, o pagamento dessas folgas deveria ser feito em até três meses. Mas o empregador ainda precisa pagar em dinheiro as 40 primeiras horas-extras trabalhadas.

 

O texto agora segue para sanção presidencial. Ele começa a valer após 120 dias de sancionado pela presidenta Dilma Rousseff.

Últimas notícias
Cultura

Rádio Nacional do RJ pode ser declarada Patrimônio Imaterial do Estado

A Rádio Nacional do Rio de Janeiro poderá ser declarada Patrimônio Histórico e Cultural Imaterial do Estado. Um projeto de lei, de autoria dos deputados estaduais Mônica Francisco, do PSOL, e Waldeck Carneiro, do PSB, foi aprovado na Assembleia Legislativa.

Baixar arquivo
Meio Ambiente

SP usa pela primeira vez a queima controlada para prevenir incêndios

A experiência está acontecendo na Estação Ecológica Jataí na cidade de Luís Antônio, no interior de São Paulo.

Baixar arquivo
Política

Câmara dos Deputados elege novos membros da mesa diretora

O deputado Lincoln Portela, do PL de Minas Gerais, foi eleito nessa quarta-feira para o cargo de vice-presidente da Câmara dos Deputados.

Baixar arquivo
Saúde

Centro-oeste tem aumento de 165% dos casos de dengue

Os casos de dengue vêm crescendo no país. O centro-oeste lidera com mais de 855 mil casos prováveis da doença transmitida pelo Aedes Aegypti, segundo o Ministério da Saúde.

Baixar arquivo
Saúde

Pesquisa alerta para publicidade ilegal de fórmulas infantis

Seis em cada dez farmácias e supermercados brasileiros infringem a legislação que regula o marketing de produtos que podem prejudicar a amamentação, diz pesquisa do Observa Infância.

Baixar arquivo
Saúde

Podcast Entrevista é Nacional: Maio Roxo e as doenças intestinais

A campanha Maio Roxo conscientiza a população sobre as doenças inflamatórias intestinais . O médico Idblan Carvalho detalha os sintomas, o caminho até o diagnóstico e o tratamento das doenças de Crohn e da retocolite.

Baixar arquivo