Temer sanciona com vetos a Lei de Proteção de Dados

Informação

Publicado em 15/08/2018 - 08:12 Por Leandro Martins - Brasília

O presidente Michel Temer sancionou nessa terça-feira (14) a Lei Geral de Proteção de Dados. A norma estabelece regras para coleta e tratamento de informações de indivíduos por empresas e instituições públicas. O presidente comentou a medida.


“Estamos dando efetividade a garantias consagradas em nossa Constituição, como o direito à intimidade, à privacidade, à honra.”


Aprovada pelo Senado e pela Câmara neste ano, a nova legislação é discutida desde 2010 e iguala o Brasil a mais de 100 países que já têm normas sobre o assunto.


O texto sancionado teve vetos, como o que previa a criação de um órgão regulador chamado Autoridade Nacional de Proteção de Dados, que ficaria responsável pela edição de normas complementares e pela fiscalização das obrigações previstas na lei.


Michel Temer justificou o veto por um problema jurídico, mas disse que deve ser aprovado à parte mais adiante.


Também na cerimônia, Demi Guêtxco, diretor-presidente da NicBr, que faz parte do comitê gestor da internet brasileira, diz que a lei garante direitos e deveres dando segurança jurídica para cada um saber o que pode e o que deve fazer para evitar abusos e dar transparência.


“Dar segurança jurídica, saber o que se pode e o que se deve fazer, que autorização tem que buscar do usuário e que os dados do usuário sejam parte da moeda, mas de uma forma sem abuso e com conhecimento e transparência.”

 

A Lei Geral de Proteção de Dados entrará em vigor depois de um período de transição de 18 meses.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Saúde

Rio começa a distribuição 495 mil doses de vacina contra covid-19

 São 325.260 doses da Pfizer para primeira e segunda aplicação e 170 mil da Oxford/AstraZeneca para aplicação da segunda dose.

Baixar arquivo
Saúde

Aumenta presença do coronavírus na rede de esgoto do DF

O crescimento de 75% foi detectado entre a primeira e a segunda semana deste mês. Foram encontrados 963,3 bilhões de cópias do vírus, por dia, para cada dez mil habitantes.

Baixar arquivo
Saúde

São Paulo continua vacinando adolescentes entre 12 e 17 anos

Na capital paulista, são quase 850 mil pessoas nessa faixa etária e mais 86% já receberam a primeira dose da vacina.Para se vacinar, os adolescentes precisam estar acompanhados de um responsável.

Baixar arquivo
Saúde

Eduardo Paes flexibiliza medidas de restrição no Rio de Janeiro

O decreto publicado nesta sexta-feira (17) no Diário Oficial do município autoriza eventos em ginásios e estádios com 50% da capacidade total de público, desde que todos estejam com o esquema vacinal completo contra a covid-19.

Baixar arquivo
Geral

Polícia e MP fazem operação contra traficantes que criaram "delivery"

A Polícia Civil e o Ministério Público do Rio de Janeiro realizam, nesta sexta-feira, uma operação contra traficantes, que criaram um serviço de delivery para venda de drogas em áreas nobres da Barra da Tijuca e da Zona Sul carioca.

Baixar arquivo
Saúde

Rio volta a suspender aplicação da CoronaVac

A decisão, que entrou em vigor nesta sexta-feira (17), foi anunciada pela Secretaria Municipal de Saúde, que aguarda agora a liberação de um lote com 166 mil vacinas, suspenso de forma cautelar pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária.

Baixar arquivo