Alckmin prioriza sistema unificado de aposentadoria e privatização de estatais em plano de governo

PSDB

Publicado em 07/09/2018 - 06:22 Por Victor Ribeiro - Brasília

O plano de governo apresentado por Geraldo Alckmin, do PSDB, tem nove páginas e se divide em três eixos. O primeiro propõe aumentar a eficiência do Estado e, para isso, sugere medidas como tolerância zero com a corrupção, reforma política baseada no voto distrital, redução do número de ministérios e de cargos públicos.

 

Pretende privatizar estatais, simplificar o pagamento de impostos e incentivar órgãos públicos a confiar mais nos cidadãos, cobrando menos documentos e punindo com mais rigor os casos de fraude.

 

Quanto à Previdência, a promessa é de criar um sistema unificado de aposentadoria.

 

Na segurança, Alckmin quer reduzir o número de homicídios, criar uma Guarda Nacional nos moldes das polícias militares e dificultar a progressão de pena para quem cometer crimes graves.

 

O segundo eixo do plano de governo de Alckmin pretende reduzir desigualdades sociais com o aumento dos benefícios do Bolsa Família; melhorar a qualidade da educação em rankings internacionais; ampliar o acesso à saúde e promover o respeito às mulheres, idosos e minorias.

 

Já o terceiro ponto do programa de governo é focado no crescimento econômico. O objetivo de Geraldo Alckmin é atrair investidores e fazer o comércio exterior representar metade de todas as riquezas produzidas pelo país.

 

Promete priorizar investimentos em infraestrutura, em parceria com a iniciativa privada e incentivar o desenvolvimento tecnológico. Nas relações internacionais, a meta é defender a democracia e os direitos humanos.

 

O plano de governo não fala sobre o futuro da EBC, a Empresa Brasil de Comunicação.

 

Paulista de Pindamonhangaba, Geraldo Alckmin é médico, tem 65 anos e entrou na vida política em 1972, eleito vereador. Foi prefeito de Pindamonhangaba, deputado estadual e federal, vice-governador de São Paulo e, em 2002, foi eleito governador do estado. Foi eleito novamente em 2010 e 2014. É a segunda vez que disputa a Presidência da República. A anterior foi em 2006.

Últimas notícias
Cultura

Em 30 de novembro de 1982, Michael Jackson lançava o álbum Thriller

Disco é citado até hoje como um dos melhores de todos os tempos e foi o álbum mais vendido no mundo, com cerca de 65 de milhões de cópias. Sucesso de público e de mídia, o trabalho rendeu oito Grammys. 

Baixar arquivo
Cultura

Professor da USP traduz cartas de indígenas no Brasil do século XVII

Cartas trocadas entre indígenas do Brasil em tupi antigo, em 1645, foram traduzidas pelo pesquisador e professor da USP, Eduardo Navarro. O contexto era o da disputa entre Portugal e Holanda por terras brasileiras, hoje, o estado de Pernambuco.

Baixar arquivo
Saúde

Estatuto do Câncer torna obrigatório atendimento integral

Dentre os objetivos do estatuto estão o diagnóstico precoce, a informação clara e confiável sobre a doença e o tratamento adequado, bem como humanização da atenção ao paciente e à sua família

Baixar arquivo
Saúde

Rio não tem registro de casos da variante Ômicron no estado

Secretaria de Saúde vai emitir um alerta às vigilâncias municipais para aumento da atenção a casos de viajantes que apresentem quadro de síndrome gripal, com realização de exame PCR, monitoramento e notificação por meio dos canais oficiais.

Baixar arquivo
Educação

Carreta leva artes, ciência e meio ambiente para a população do Rio

O Busão das Artes, com 15 metros de extensão, foi adaptado para receber experimentos interativos científicos e projetos de artes visuais e começou a circular pelas ruas e praças da cidade do Rio de Janeiro.

Baixar arquivo
Segurança

Polícia faz operação para capturar responsáveis por morte de sargento

A ação acontece em comunidades da zona norte do Rio. Os agentes procuram pelos criminosos envolvidos no assassinato do do sargento Jamilton Machado de Assis, atingido, em outubro, por um tiro na cabeça dentro de uma viatura.

Baixar arquivo