Previdência: deputados e ministro Paulo Guedes travam discussão acalorada na CCJ da Câmara

Previdência

Publicado em 04/04/2019 - 12:16 Por Kariane Costa - Brasília

Audiência pública para discutir a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) da reforma da Previdência terminou do mesmo jeito que começou: em confusão.

 

Depois de ser provocado pelo deputado Zeca Dirceu, do PT, o ministro da Economia, Paulo Guedes, reclamou de desrespeito e o presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), deputado Felipe Francischini, resolveu encerrar a reunião.

 

Por mais de seis horas, o ministro da Economia, Paulo Guedes, respondeu às perguntas dos parlamentares na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara, nessa quarta (4).

 

Paulo Guedes teve 30 minutos para uma fala inicial. Ele afirmou que o Brasil gasta dez vezes mais com aposentadorias do que com educação e destacou que a despesa que mais pressiona o déficit das contas públicas é a Previdência e que o sistema está condenado.

 

Ele comparou a Previdência a um avião com quatro bombas.

 

As propostas de Guedes foram questionadas pela oposição. O líder da oposição na Câmara, deputado Alessandro Molon, do PSB, afirmou que o texto é injusto.

 

Para o ministro Paulo Guedes, o atual modelo de Previdência é uma fábrica de desigualdades. Ele defendeu a PEC enviada pelo governo, que, segundo ele, retira privilégios. 


Sobre a proposta de mudança no texto do pagamento do Benefício de Prestação Continuada e reforma dos militares, Guedes respondeu que os parlamentares podem propor alterações no texto.

 

O ministro também recebeu apoio, como do deputado do PSL,  líder do Governo na Câmara, Major Vitor Hugo.

 

A reforma está na primeira etapa da tramitação. É na CCJ que os deputados analisam se a PEC está de acordo com a Constituição.

 

Nesta quinta-feira (4), a CCJ recebe juristas para debater o texto.

Últimas notícias
Meio Ambiente

Projeto troca pilhas e materiais eletrônicos por verduras e hortaliças

Moradores de Palmas, no Tocantins, que tiverem pilhas, baterias, computadores, celular e outros eletrônicos inutilizados podem trocá-los por verduras, hortaliças e mudas de árvores no Instituto Natura Vida.

Baixar arquivo
Saúde

Doação de leite humano só atende metade da demanda no Brasil

Dia Mundial de Doação de Leite Humano, celebrado nesta quinta-feira (19), é uma iniciativa para a proteção e promoção do aleitamento materno. 

Baixar arquivo
Política

Presidente da República almoça com embaixadores de 18 países no Rio

Como exemplo de situações de instabilidade mundial, que demonstram a segurança oferecida pelo Brasil, Jair Bolsonaro citou os riscos de desabastecimento que vários países vêm passando.

Baixar arquivo
Geral

Rio de Janeiro: crimes contra a vida têm queda de 17%

Os dados são relativos aos primeiros quatro meses de 2022 na comparação com o mesmo período do ano passado. Foram 1.025 vítimas, o menor número desde 1991.

Baixar arquivo
Saúde

Covid-19: número de testes positivos em farmácias cresce 54% em maio

Dos 210 mil testes realizados na primeira quinzena do mês, quase 50 mil comprovaram a infecção pelo coronavírus. Já em abril, foram 262 mil no total e cerca de 32 mil confirmaram a presença do Sars-Cov-2.

Baixar arquivo
Direitos Humanos

ONU diz que subiu 500% o total de pessoas com fome no mundo desde 2016

Os níveis de fome ao redor do mundo atingiram uma nova alta, segundo o secretário-geral das Nações Unidas. António Guterres fez declarações na quarta-feira, durante uma reunião ministerial sobre segurança alimentar, em Nova Iorque. 

Baixar arquivo