Decreto sobre acesso a armas também foi tema de discussões na Câmara dos Deputados

Câmara

Publicado em 18/06/2019 - 23:58 Por Kariane Costa - Brasília

O decreto que flexibiliza o porte e a posse de armas de fogo no Brasil também foi pauta na Câmara dos Deputados nesta terça-feira (18). E quem prestou esclarecimentos sobre o tema, foi o ministro da Casa civil Onyx Lorezoni.

 

Na Comissão de Constituição e Justiça, ele respondeu os questionamentos dos deputados.

 

Lorenzoni classificou como sagrado o direito da posse de arma e afirmou que o presidente Jair Bolsonaro está cumprindo a promessa de campanha, defendendo a bandeira pela luta ao direito do cidadão à legítima defesa.

 

Armas não matam, o que matam são as pessoas, afirmou.

 

Ele também voltou a dizer que governos anteriores desrespeitaram a decisão da população durante o referendo sobre a proibição da comercialização de armas de fogo e munição no país, realizado em 2005.

 

O líder da oposição na Câmara, deputado Alessandro Molon do PSB, rebateu a fala de Onyx. Ele lembrou que, em 2005, 64 % dos brasileiros votaram a favor da comercialização de armas de fogo e munição no Brasil e não sobre posse e porte de armas, e que, por esse motivo, as lojas continuam abertas.

 

Molon disse ainda que fará articulações para que o decreto presencial seja derrubado, pois, segundo ele, o texto estaria descumprindo a lei e atropelando o Congresso.

 

Ao participar de evento no Palácio do Planalto, para anúncio do Plano Safra, mais cedo, Bolsonaro fez um apelo aos parlamentares.

 

No entanto, o presidente foi enfático ao dizer que não poderia fazer nada caso a suspensão do decreto seja aprovada no Congresso.

 

Não posso fazer nada. Não sou ditador, sou democrata, declarou.

Últimas notícias
Saúde

Queijo com probiótico da UFMG pode ajudar com doença no intestino

Os benefícios foram comprovados em experimentos com camundongos. Agora, os pesquisadores precisam de financiamento para realizar testes com humanos. Queijo tem potencial para melhorar qualidade de vida de pessoas que têm colite ulcerativa.

Baixar arquivo
Justiça

MPF abre novo procedimento após morte de cidadão em abordagem da PRF

Imagens veiculadas na internet mostram a vítima presa dentro de uma viatura esfumaçada. O IML de Sergipe identificou de forma preliminar que a vítima teve como causa da morte insuficiência aguda secundária a asfixia.

Baixar arquivo
Geral

Chuvas em AL: Governo reconhece situação de emergência em 9 municípios

O governo federal reconheceu a situação de emergência em nove municípios de Alagoas por causa das fortes chuvas que atingem o estado. Outras duas cidades estão com processo de reconhecimento federal em andamento. 

Baixar arquivo
Justiça

Chacina de Unaí: ex-prefeito é condenado a 64 anos de prisão

O Tribunal do Júri Federal condenou nesta sexta-feira o produtor rural e ex-prefeito Antério Mânica no caso do assassinato de três auditores fiscais e do motorista, em 2004, em Unaí (MG).

Baixar arquivo
Saúde

RJ: Casos de dengue aumentam 177% nos cinco primeiros meses deste ano

A capital fluminense concentra a maioria dos registros da doença, mas as regiões Noroeste e Norte apresentam alta transmissão, de acordo a Secretaria de Estado de Saúde.

Baixar arquivo
Economia

Ministério de Minas e Energia diz que estoque de diesel dura 38 dias

Se a importação desse combustível fosse suspensa, seria possível atender à demanda durante 38 dias, com esses estoques e a produção nacional.

Baixar arquivo