Deputados se concentram nos destaques que alteram PEC da Previdência; Maia quer concluir até sábado

PEC da Previdência

Publicado em 11/07/2019 - 19:55 Por Kariane Costa - Brasília

A Câmara dos Deputados retomou a análise do texto da reforma da Previdência.

 

Nesta quinta, os parlamentares analisam os chamados destaques, que são propostas de mudanças no texto principal.

 

Houve atraso para o início da sessão porque os líderes ainda ajustavam com cada uma das bancadas qual destaque a legenda vai apoiar. Lembrando que, nessa quarta, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, suspendeu de uma hora pra outra a sessão após notar que havia uma desorganização e os deputados estavam confusos em como votar em cada destaque.

 

Há acordo com o governo e líderes do partido do centro para aprovação de duas alterações, a que traz uma regra mais amena para agentes de segurança e outra que melhora o cálculo para aposentadoria das mulheres. Mas partidos de oposição também articulam colocar no bolo regras especiais para professores.

 

Rodrigo Maia, disse que, apesar de a emenda ter sido rejeita nessa quarta, outra proposta que está na mesa poderia recuperar os recursos perdidos com o destaque dos professores. A líder do governo no Congresso, Joice Hasselman, lembrou que o governo vai trabalhar apenas para aprovar os destaques referentes ao cálculo do benefício das mulheres e aos policiais.

 

A oposição promete também conquistar votos para manter a pensão por morte com 100% do benefício. O PDT anunciou que vai abrir um processo na comissão de ética da legenda para punir os deputados que votaram a favor da PEC da Previdência, já que o partido havia fechado questão contra o texto.

 

Já o PSB informou que marcou reunião do conselho de ética da legenda para semana que vem para discutir sobre deputados dissidentes. E o presidente da Câmara avisou que quer terminar logo a votação dos destaques para votar a proposta em segundo turno até sábado e concluir a tramitação da reforma na Câmara.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Economia

Inflação medida por IPC-S sobe 0,92% em julho, aponta FGV

Com o resultado, divulgado nesta segunda-feira (2), o Índice de Preços ao Consumidor Semanal, da Fundação Getulio Vargas, acumula alta de 8,76% nos últimos 12 meses.

Baixar arquivo
Esportes

Confira os resultados da Série A do Brasileirão do fim de semana

No sábado (31), pela 14ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro, São Paulo e Palmeiras empataram em 0 a 0. Internacional e Cuiabá também fizeram o mesmo placar. O Bragantino venceu o Grêmio por 1 a 0.

Baixar arquivo
Esportes

Com duas medalhas, Rebeca Andrade encerra participação na Olimpíada

Rebeca Andrade leva para o Brasil duas medalhas no peito, a de prata (individual geral) e a de ouro (salto). Ela encerrou nesta segunda-feira (2) sua participação na quinta colocação na final da prova de solo na ginástica artística na Olimpíada de Tóquio.

Baixar arquivo
Direitos Humanos

Imigrantes venezuelanos são absorvidos na rede de ensino de Pacaraima

Desde a flexibilização da entrada de imigrantes venezuelanos em situação de vulnerabilidade, ao Brasil, a cidade, em Roraima, mais que dobrou o número de estudantes matriculados na rede municipal de ensino.

Baixar arquivo
Pesquisa e Inovação

Pesquisadores da UFPR transformam lixo em energia elétrica

Reduzir, reutilizar, reciclar.  Os três Rs da sustentabilidade. Resultados alcançados por pesquisadores da Universidade Federal do Paraná mostraram que é possível transformar lixo em energia elétrica, e muito mais, usando microalgas no processo.

Baixar arquivo
Educação

23 estados já anunciaram retorno das aulas presenciais

Depois de 1 ano e 6 meses fechadas, a maioria das escolas públicas do país deve reabrir neste mês de agosto. Apenas Paraíba e Acre têm previsão de retorno em setembro, quando a vacinação dos professores deve incluir a segunda dose. Roraima é o único estado sem data prevista.

Baixar arquivo