Em reunião com governadores, Bolsonaro pede apoio para congelamento de salários de servidores

Em reunião com governadores

Publicado em 21/05/2020 - 15:36 Por Sayonara Moreno - Brasília

Durante reunião virtual com governadores, nesta quinta-feira, o presidente Jair Bolsonaro disse que vai sancionar, em breve e com vetos, o projeto de lei complementar de ajuda a estados e municípios aprovado no Congresso.


Os governadores conversaram com o presidente por meio de videoconferência, e Bolsonaro esteve no Palácio do Planalto acompanhado, presencialmente, de ministros de Estado e dos presidentes do Senado, Davi Alcolumbre, e da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia.


Ao abrir a reunião, Bolsonaro pediu apoio aos parlamentares para que mantenham o veto presidencial ao ponto do projeto que suspende o aumento no salário de servidores públicos até o fim do ano que vem. Ele já havia anunciado que iria vetar a possibilidade desse reajuste e que considera “menos amargo” o congelamento, diante da proposta inicial de redução em até 25% do salário do funcionalismo público.

 

Durante a reunião, o presidente Rodrigo Maia destacou a importância da atuação conjunta, durante a pandemia, e da sanção ao projeto de lei complementar de número 39.


Segundo o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, a sanção presidencial depende, ainda, de questões técnicas, referentes a ajustes relacionados a decreto de contratação nas Polícias Federal e Rodoviária Federal.


Os governadores do Espírito Santo, Renato Casagrande, do Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja e de São Paulo, João Dória, falaram com os presentes no Palácio do Planalto, em nome dos demais gestores estaduais.


Azambuja reiterou o pedido de sanção ao PL, além de manter o veto ao reajuste de servidores públicos. Solicitou também a liberação da primeira parcela do auxílio a estados e municípios - que totaliza R$ 60 bilhões - até o dia 31 de maio.


Ainda sobre o projeto aprovado, os governadores pediram que Bolsonaro, ao sancionar, mantenha a suspensão das dívidas de estados com entes financeiros e bancos, até o fim deste ano, devido à queda na arrecadação de estados e cidades.


João Dória, governador de São Paulo, concordou com os pedidos anteriores e reforçou o pedido de liberação da primeira parcela do auxílio a estados e municípios.


O chefe do Executivo do Espírito Santo, Renato Casagrande, pediu, ainda, ao presidente Jair Bolsonaro, que mantenha, junto com os poderes Legislativo e Judiciário, uma coordenação unificada com governadores e prefeitos durante o combate à pandemia da Covid-19. Para ele, é importante que os gestores locais também participem de decisões centrais, junto com o governo federal.

Últimas notícias
Geral

Litoral nordestino tem previsão de chuva forte para esta quarta (25)

A área que representa maior risco começa em João Pessoa, segue por Recife e vai até o sul de Alagoas. Nessas regiões, a chuva pode ultrapassar 100 milímetros no acumulado do dia.

Baixar arquivo
Geral

Número de mortos em operação policial no Rio sobe para 25

Subiu para 25 o número de mortos em consequência da operação policial realizada nesta terça-feira na Vila Cruzeiro, no Complexo do Alemão, na zona norte do Rio de Janeiro.

Baixar arquivo
Geral

Linha Amarela recebe blitz educativa com agentes da Operação Lei Seca

A ação, que ocorre no Rio de Janeiro, faz parte da campanha Maio Amarelo.

Baixar arquivo
Geral

IBGE: homo e bissexuais são ao menos 1,9% da população brasileira

Quase 3 milhões de pessoas responderam pertencer a um desses dois quesitos em pesquisa inédita sobre orientação sexual. O número de cidadãos que preferiu não responder é maior: 3,6 milhões. Segundo pesquisadora, há possibilidade de subnotoficação.

Baixar arquivo
Economia

INSS paga segunda parcela do 13º de aposentados e pensionistas

Inicialmente, recebem a segunda cota do 13º aqueles que ganham um salário mínimo. Os que ganham acima disso recebem a partir do dia 1º até 7 de junho.

Baixar arquivo
Esportes

Vôlei de praia: oito duplas brasileiras estarão em etapa de Roma

Duda/Ana Patrícia, Bárbara Seixas/Carol Solberg, Rebeca/ Talita e Tatiana/Hegê, no feminino. No masculino, André Stein/George, Renato/Vitor, Alison/Guto e Bruno Schmidt/Saymon.

Baixar arquivo