Ministério da Economia anuncia novos secretários

Trocas ocorrem após pedidos de demissão nesta semana

Publicado em sexta-feira, 14 Agosto, 2020 - 10:46 Por Lucas Pordeus León - Brasília

O Ministério da Economia anunciou os substitutos dos secretários que pediram demissão nesta semana. A pasta optou por remanejar para os cargos nomes que já estavam na equipe. Assume a secretaria de Desestatização, no lugar de Salim Mattar, o atual secretário de Desenvolvimento de Infraestrutura do Ministério da Economia, Diego Mac Cord.

O novo nome que vai ocupar a secretaria responsável pelas privatizações da atual gestão é formado em Engenharia Mecânica, com mestrado em Administração Pública pela Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, e doutorado em engenharia pela USP, em São Paulo. Antes de entrar para o governo, Diego Mac Cord era professor do MBA do setor elétrico da Fundação Getúlio Vargas e sócio-líder da empresa KPMG no Brasil, companhia especializada em auditoria e contabilidade.

Já para secretaria de Desburocratização, no lugar de Paulo Uebel, entra Caio Andrade, o atual diretor presidente do Serpro, o Serviço de Processamento de Dados do governo federal. Formado em Comunicação Social pela Universidade Paulista, Caio Andrade tem pós-graduação em Administração e Gestão pela Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, e mestrado em Administração de Empresas pela Duke University, também dos Estados Unidos.

Segundo o ministério da Economia, Caio Andrade liderou mais de 20 processos de fusões e aquisições de companhias. Já a presidência do Serpro será ocupada por Gileno Barreto, atual diretor Jurídico e de Governança e Gestão da empresa.

Em nota, o ministro Paulo Guedes agradeceu o trabalho dos ex-secretários Salim Mattar e Paulo Uebel. Segundo o ministro, os ex-secretários deixaram as pastas insatisfeitos com o andamento das privatizações e da reforma administrativa.

áudio

Edição: Adrielen Alves

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Geral

Governo vai expandir possibilidade de sinal de rádio FM

O ministro das Comunicações, Fábio Faria, assinou nesta quinta-feira (13) uma portaria, junto com o presidente Jair Bolsonaro, para regularizar o serviço de retransmissão de rádio.

Baixar arquivo
Saúde

Rio registra aumento de leitos hospitalares pela 1ª vez em 10 anos

Após a perda de 16 mil leitos hospitalares, apenas entre 2011 e 2019, o Rio de Janeiro viu, em 2020, pela primeira vez, aumento no registro de vagas nas unidades de saúde.

Baixar arquivo
Política

Pesquisa DataSenado faz mapeamento de como a pandemia afetou o ensino

Estudante do oitavo ano do ensino fundamental em Brasília, Arthur Cardoso relata os desafios que tem enfrentado desde que as escolas fecharam, por consequência da pandemia do novo coronavírus.
 

Baixar arquivo
Saúde

Planos de saúde devem cobrir teste rápido de Covid-19

Os planos de saúde são obrigados a cobrir os testes sorológicos para a Covid-19. A medida foi aprovada pela Diretoria da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), por unanimidade, em reunião nesta quinta-feira (13).

Baixar arquivo
Economia

Governo lança aplicativo eSocial Doméstico para empregadores

A partir de agora o eSocial  tem aplicativo para celulares. Com a medida, empregadores poderão realizar registro do empregado e gerenciamento da folha de pagamento pelo celular.

Baixar arquivo
Política

Saúde diz que usou 48% dos recursos destinados ao combate à pandemia

O Ministério da Saúde gastou 48% dos recursos destinados exclusivamente para o combate à pandemia da Covid-19, informou o ministro interino da pasta, Eduardo Pazuello, durante audiência pública realizada nesta quinta-feira (13) no Congresso Nacional.

Baixar arquivo