Câmara aprova projeto do novo marco regulatório de gás natural

Proposta é que gasodutos possam ser explorados por autorização

Publicado em 02/09/2020 - 08:52 Por Lucas Pordeus León - Brasília

O plenário da Câmara dos Deputados aprovou o projeto de lei que cria um novo marco regulatório para o setor de gás natural no Brasil trocando a concessão para o transporte do combustível por uma simples autorização. Foram 351 votos a favor e 101 contrários. A medida agora segue para análise no Senado.

Segundo o texto, a autorização para construção ou ampliação de gasodutos deve ocorrer após chamada pública realizada pela ANP, a Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis. Essas autorizações serão por tempo indefinido e só poderão ser revogadas, entre outros motivos, a pedido da empresa, se ela falir, se o gasoduto for desativado ou se a companhia descumprir obrigações de forma grave.

Atualmente, o transporte de gás é concedido à iniciativa privada por meio de concessão em licitação pública por 30 anos. Os atuais contratos vigentes devem se adequar às novas regras em até 5 anos após a publicação da lei.

O parlamentar do Cidadania do Espírito Santo, deputado Da Vitória, defendeu que o novo marco vai estimular o investimento privado no setor.

Já o deputado do PCdoB da Bahia, Daniel de Almeida, afirmou que o novo marco só beneficia algumas grandes empresas.

O projeto ainda acaba com a exclusividade dos estados na atividade de distribuição de gás natural, permitindo a exploração desse serviço também pelas empresas privadas de energia elétrica e proíbe que a Petrobras participe do mercado de transporte do produto.

O texto ainda prevê mecanismos para viabilizar a desconcentração do mercado de gás, onde atualmente a Petrobras participa com 100% da importação e processamento, e cerca de 80% da produção. Nesse sentido, a agência que regula o setor deve acompanhar o mercado para estimular a competição e reduzir a concentração.

 

Edição: Lana Cristina

Últimas notícias
Geral

No DF postos de combustíveis são notificados por lesar consumidores

Cinco postos de combustíveis foram notificados e três bombas interditadas nessa quarta-feira em Brasília por lesar consumidores na entrega do produto. A quantidade recebida pelos compradores ficava abaixo da margem de erro estipulada pelo Inmetro.

Baixar arquivo
Geral

RJ: polícias Civil e Militar realizam operação no Complexo da Maré

De acordo com a Secretaria de Estado da PM, o objetivo da operação é encontrar os assassinos do policial Sandro Santos da Silva, baleado durante um ataque em janeiro.

Baixar arquivo
Geral

Rio de Janeiro: mais um carro explode durante abastecimento com GNV

Um veículo explodiu quando era abastecido com gás natural, na manhã desta quinta-feira, em um posto de combustíveis no bairro Balneário, em São Pedro da Aldeia, na Região dos Lagos do Rio de Janeiro.

Baixar arquivo
Economia

PIB registra alta no 1º trimestre, mas indústria e agricultura caíram

O PIB nacional do primeiro trimestre teve crescimento de 1%. Indústria, comércio e serviços apresentaram resultados positivos, mas a agricultura sofreu com a quebra parcial na safra de soja.

Baixar arquivo
Economia

Cesta básica ficou 13% mais cara no 1º semestre de 2022

Esse é um dos dados apresentados pela Associação Brasileira de Supermercados, que nesta quinta-feira (11), divulgou dados do setor de junho e do primeiro semestre de 2022.

Baixar arquivo
Cultura

Casa de Frans Krajcberg é destruída pela prefeitura de Nova Viçosa

O artista, falecido há 5 anos, deixou em testamento os bens, inclusive o acervo e a casa, para o estado da Bahia, responsável pela administração e preservação do legado artístico.

Baixar arquivo