Câmara aprova projeto do novo marco regulatório de gás natural

Proposta é que gasodutos possam ser explorados por autorização

Publicado em 02/09/2020 - 08:52 Por Lucas Pordeus León - Brasília

O plenário da Câmara dos Deputados aprovou o projeto de lei que cria um novo marco regulatório para o setor de gás natural no Brasil trocando a concessão para o transporte do combustível por uma simples autorização. Foram 351 votos a favor e 101 contrários. A medida agora segue para análise no Senado.

Segundo o texto, a autorização para construção ou ampliação de gasodutos deve ocorrer após chamada pública realizada pela ANP, a Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis. Essas autorizações serão por tempo indefinido e só poderão ser revogadas, entre outros motivos, a pedido da empresa, se ela falir, se o gasoduto for desativado ou se a companhia descumprir obrigações de forma grave.

Atualmente, o transporte de gás é concedido à iniciativa privada por meio de concessão em licitação pública por 30 anos. Os atuais contratos vigentes devem se adequar às novas regras em até 5 anos após a publicação da lei.

O parlamentar do Cidadania do Espírito Santo, deputado Da Vitória, defendeu que o novo marco vai estimular o investimento privado no setor.

Já o deputado do PCdoB da Bahia, Daniel de Almeida, afirmou que o novo marco só beneficia algumas grandes empresas.

O projeto ainda acaba com a exclusividade dos estados na atividade de distribuição de gás natural, permitindo a exploração desse serviço também pelas empresas privadas de energia elétrica e proíbe que a Petrobras participe do mercado de transporte do produto.

O texto ainda prevê mecanismos para viabilizar a desconcentração do mercado de gás, onde atualmente a Petrobras participa com 100% da importação e processamento, e cerca de 80% da produção. Nesse sentido, a agência que regula o setor deve acompanhar o mercado para estimular a competição e reduzir a concentração.

 

Edição: Lana Cristina

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Saúde

Idosos seguem como prioridade na vacinação contra covid-19

Em sessão da Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa da Câmara, coordenadora do Programa Nacional de Imunizações garantiu que grupo é prioridade no calendário de vacinação contra a covid-19 no Brasil.

Baixar arquivo
Política

Em carta a Biden, Bolsonaro promete eliminar desmatamento ilegal

Prestes a participar da reunião sobre clima, convocada pelo presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, o presidente brasileiro, Jair Bolsonaro enviou uma carta ao anfitrião do encontro e se comprometeu a eliminar o desmatamento ilegal no Brasil, até 2030.

Baixar arquivo
Economia

IGP-10 sobe 1,58% em abril e acumula inflação de 9,16% este ano

A inflação medida pelo Índice Geral de Preços – 10, da Fundação Getúlio Vargas, subiu 1,58% em abril, acumulando alta de 9,16% somente este ano e de mais de 31% nos últimos 12 meses. 

Baixar arquivo
Geral

Eduardo Paes testa positivo para covid-19 pela segunda vez

Prefeito do Rio de Janeiro sentiu sintomas gripais leves e realizou o teste rápido nesta quinta-feira (15).

Baixar arquivo
Saúde

Fiocruz entregará mais 2,8 milhões de doses de vacina esta semana

A Fundação Oswaldo Cruz informou que entregará até o fim da semana mais 2,8 milhões de doses da vacina contra a covid-19.

Baixar arquivo
Saúde

Infectologista esclarece dúvidas para evitar contágio do coronavírus

Quais são os cuidados mais eficazes para evitar a contaminação da covid-19? Médica explica o que deve ser feito.

Baixar arquivo