Cartão Nacional de Vacinação Online é aprovado na Câmara

Projeto ainda será analisado pelo Senado

Publicado em 18/05/2021 - 12:19 Por Sayonara Moreno - Repórter da Rádio Nacional - Brasília

Mais de um ano após a declaração de pandemia de coronavírus, o avanço da vacinação traz sinais de possíveis formas de retorno a viagens e reaquecimento do turismo, por todo o mundo. Alguns países chegaram a fechar, totalmente, as fronteiras, como forma de conter o avanço dos contágios e proteger a população local.

Diante da reabertura de algumas delas, nações passam a exigir a apresentação do comprovante de vacinação contra a covid-19. No Brasil, o famoso cartão de vacinação é um item que, volta e meia, desaparece dos pertences de algum cidadão. Como já existem documentos importantes, em versão digital, como carteira de habilitação e de identidade, o cartão de vacinação também pode ganhar essa versão e ser acessado a qualquer hora, em qualquer parte.

O projeto de lei que cria o Cartão Nacional de Vacinação Online já foi aprovado pela Câmara dos Deputados. Agora, precisa ser analisado pelo Senado.

Um dos autores, o deputado General Peternelli, do PSL, explica que a ideia é vincular o histórico de vacinação ao CPF de cada cidadão brasileiro e evitar a perda do documento em papel.

O projeto prevê que o cartão online seja acessado em qualquer lugar e tenha validade oficial. O sistema também pode emitir um certificado internacional de vacinação, que permite a entrada em países que exigem o documento e vai ser útil, sobretudo para comprovar a imunização contra a covid-19.

Segundo o professor de Relações Internacionais, Carlos Canesin, a ideia do projeto de lei é algo bem parecido com o que turistas utilizam.

Carlos Canesin destaca que a interrupção do fluxo de pessoas entre os países, devido à pandemia, causa paralisação nos fluxos comerciais, de pesquisa e desenvolvimento e do turismo.

O projeto da carteira nacional de vacinação online prevê a substituição da carteira em papel. No entanto, quem não tem acesso à forma virtual poderá solicitar impressão do documento.

Edição: Sâmia Mendes/Adrielen Alves

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Cultura

Primavera dos Museus tem programação em 680 centros culturais

O tema desta 15ª edição do evento é Museus: Perdas e Recomeços, justamente para trazer à tona os desafios e o papel da cultura nesse período de pandemia e crise que o mundo está vivendo. 

Baixar arquivo
Economia

Safra agrícola alcança valor de produção recorde em 2020

A safra agrícola brasileira alcançou valor de produção recorde de R$ 470,5 bilhões em 2020, crescimento de 30,4% ante o desempenho registrado no ano anterior. 

Baixar arquivo
Esportes

Confira os resultados de terça-feira (21) no futebol

Na Série B, o Guarani venceu o Remo por 2 a 0; o Avaí bateu o Goiás por 1 a 0; o CRB ganhou do Brasil de Pelotas por 1 a 0; Sampaio Corrêa e Brusque ficaram no 2 a 2; o Londrina foi até Recife e venceu o Náutico por 2 a 1; Vila Nova e Confiança ficaram no 0 a 0.

Baixar arquivo
Esportes

Seleções que disputam Mundial de Vôlei de 2022 são definidas

O Brasil está classificado para as duas competições. O Mundial masculino acontecerá entre os dias 26 de agosto e 11 de setembro, enquanto o feminino será realizado entre 23 de setembro e 15 de outubro.

Baixar arquivo
Geral

MP e polícia do Rio fazem operação contra sonegação fiscal

O alvo da operação são empresas distribuidoras de bebidas sediadas no Rio e no Paraná, seus representantes, e também servidores públicos que trabalharam no Programa Barreira Fiscal e que estariam envolvidos nos crimes.

Baixar arquivo
Educação

MEC lança programa que visa integrar famílias à vida escolar de alunos

Este ano, segundo o MEC, o programa vai atender 5.755 escolas da educação básica, que deverão criar e colocar em prática estratégias para ampliar e qualificar a participação das famílias. Em 2022, serão contempladas mais 17 mil escolas. O total de recursos distribuídos em 2021 será de R$ 16 milhões.

Baixar arquivo