Corpo de Picciani é cremado em cerimônia no Rio de Janeiro

O ex-presidente da Alerj faleceu de câncer nesta sexta-feira

Publicado em 15/05/2021 - 12:03 Por Cristiane Ribeiro - repórter da Rádio Nacional - Rio de Janeiro

O velório de Jorge Picciani, ex-presidente da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro por seis mandatos consecutivos, durou apenas duas horas na manhã deste sábado, no saguão principal do Palácio Tiradentes, sede da Alerj, no centro do Rio. 

Depois o velório, o corpo foi levado para o cemitério Jardim da Saudade, na Sulacap, na zona oeste da cidade, onde ocorreu a cerimônia de cremação, restrita à família.

Picciani morreu aos 66 anos, na madrugada dessa sexta-feira, no hospital Vila Nova Star, em  São Paulo, onde estava internado desde o dia 8 de abril, para tratar de um câncer na bexiga.

A Assembleia Legislativa decretou luto oficial por três dias.

Durante a presidência de Picciani, por exemplo, foram instaladas na Assembleia do Rio de Janeiro as CPIs do Propinoduto e das Milícias; e criados o Fórum Permanente de Desenvolvimento do Estado, a TV Alerj e o Mecanismo de Combate à Tortura.

Mas um dos nomes mais fortes do MDB no Estado também se envolveu em esquemas de corrupção. Em novembro de 2017, Picciani foi preso na Operação Cadeia Velha, acusado de um esquema de propina no setor de transportes do estado. E, um ano depois, voltou a ser preso na Operação Furna da Onça, acusado de participar de esquemas de corrupção do ex-governador Sérgio Cabral.

Edição: Francisco Brasileiro Marques de Sousa Neto

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Política

CPI da Pandemia lista 14 pessoas que passam a ser investigadas

Relator da CPI da Pandemia do Senado, Renan Calheiros, divulgou uma lista com 14 pessoas que, inicialmente eram testemunhas, e agora passam a ser investigadas. Entre elas, estão o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga.

Baixar arquivo
Segurança

Quatro pessoas foram mortas em operação contra facção criminosa

Quatro pessoas foram mortas nesta sexta-feira, incluindo um adolescente de 16 anos, em uma operação contra uma facção criminosa coordenada pela polícia civil do Rio de Janeiro em conjunto com as polícias civis do Pará e do Amazonas e ainda com apoio da Polícia Militar do Rio.  

Baixar arquivo
Esportes

Série D tem clássico potiguar e duelo paulista na tela da TV Brasil

O fim de semana de Série D na TV Brasil começa às 15h (horário de Brasília) deste sábado (19), com o duelo paulista entre Portuguesa e Santo André. No domingo, às 16h, tem Clássico Rei potiguar pelo Grupo 3: América de Natal e ABC, no estádio das Dunas.

Baixar arquivo
Economia

Procon-SP quer saber detalhes sobre a segurança dos celulares

Com o aumento de roubos de celulares para o acesso a aplicativos bancários, o Procon de São Paulo notificou empresas de telefonia como Samsung, Apple e Motorola, além de instituições financeiras e bancos para saber o grau de vulnerabilidade dos aparelhos.

Baixar arquivo
Geral

Bolsonaro participa da entrega de títulos rurais no Pará

A 500 quilômetros de Belém, capital do Pará, o presidente Jair Bolsonaro participou da entrega de títulos rurais, na cidade de Marabá, nesta sexta-feira (18).

Baixar arquivo
Saúde

Saúde libera R$ 2,8 milhões para o Programa Consultório na Rua

O Ministério da Saúde liberou R$ 2,8 milhões para  ampliar o Programa Consultório na Rua, que atende pessoas em situação de vulnerabilidade social. Atualmente, 158 equipes financiadas pelo ministério atuam em todo o país.

Baixar arquivo