CPI da Pandemia deve ter ministro e presidente da Anvisa nesta quinta

Marcelo Queiroga e Antônio Barra Torres farão depoimentos

Publicado em 05/05/2021 - 22:27 Por Kariane Costa - Repórter da Rádio Nacional - Brasília

Está prevista a participação do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, e do presidente da Anvisa, Antônio Barra Torres, neste terceiro dia de depoimentos na CPI da Pandemia. Queiroga está à frente da pasta da saúde há pouco mais de um mês. 

A participação do atual ministro deve ser focada no plano de vacinação. Já Barra Torres deve tratar dos processos de autorização de vacinas contra a covid.

Nessa terça-feira (5), a CPI o ouviu o ex-ministro da saúde Nelson Teich. O uso de medicamentos sem eficácia científica comprovada no tratamento da covid-19, como a cloroquina, foi tema central do debate.

Teich afirmou que deixou o Ministério da Saúde porque havia discordâncias entre ele e o governo com relação ao uso da cloroquina, e também por não ter autonomia na sua gestão em relação a esse medicamento. Ao longo de mais de 6 horas, Teich respondeu aos questionamentos de senadores como senador Humberto Costa do PT e o senador Marcos Rogério do Democratas.

O ex-ministro ainda foi questionado se sabia da produção de cloroquina pelo laboratório do exército ou se houve orientação do Ministério da Saúde para a distribuição desse medicamento a populações indígenas. Teich informou que não recebeu nenhuma orientação sobre esse assunto.

Nelson Teich que ficou à frente do Ministério da Saúde por apenas 28 dias, entre abril e maio do ano passado, também foi confrontado se houve conversas à época sobre o Brasil adotar a estratégia chamada de imunidade de rebanho – na qual prevê que a imunidade é alcançada depois que uma grande parcela da população tenha sido infectada pelo vírus. Ele negou e disse também que seria um erro esse caminho. E defendeu que a imunidade eficaz contra à covid-19 é a vacina.

O ex-ministro disse ainda que iniciou um projeto para a criação de um programa nacional de isolamento e distanciamento e que também trabalharia com o uso de máscaras e higienização das mãos. Teich contou que propôs à época um plano de comunicação em nível nacional para alertar e orientar a população sobre cuidados para evitar o coronavírus, mas que a proposta não caminhou.

O ex-ministro também foi questionado sobre a responsabilidade na dinâmica de abertura e fechamento de leitos durante a segunda onda da doença.

Após o depoimento de Nelson Teich, a CPI anunciou a convocação dos representantes dos laboratórios da Pfzier e Sputinik V, além do ex-ministro das relações exteriores Ernesto Araújo e o ex-secretário de comunicação do governo Fabio Wajngarten. Araújo dará explicações sobre a política externa para aquisição de insumos e vacinas. Já o ex-secretário deve falar sobre as estratégias de comunicação em relação à pandemia.

Edição: Jéssica Gonçalves/ Luiz Claudio Ferreira

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Geral

Rio anuncia vacinação de maiores de 18 anos até 31 de agosto

A cidade do Rio de Janeiro vai vacinar todas as pessoas com 18 anos ou mais até o próximo dia 31 de agosto. O calendário de vacinação foi antecipado em um mês e 21 dias.

Baixar arquivo
Geral

Universo: Entenda como as constelações são batizadas

Cassiopeia, Carina, Fenix...Estes nomes te remetem a alguma coisa? Não? E Andrômeda?! Este você conhece? Todos estes são nomes de constelações. Andrômeda está entre as mais famosas, e inspira obras de ficção científica.

Baixar arquivo
Política

Deputados voltarão a analisar MP sobre privatização da Eletrobras

O Senado aprovou nessa quinta-feira (17) a Medida Provisória que viabiliza a privatização da Eletrobras, a maior empresa de energia elétrica da América Latina. 

Baixar arquivo
Esportes

Brasil vence Peru por 4 a 0

O Brasil ganhou do Peru por 4 a 0, nesta quinta-feira (17), pela Copa América. Já a Colômbia e a Venezuela empataram em 0 a 0.

Confira as notícias do futebol com Bruno Mendes.

Baixar arquivo
Justiça

STF proíbe manutenção de empregos de aposentados em estatais após 2019

O plenário do Supremo Tribunal Federal decidiu que o vínculo empregatício de funcionários de empresas estatais deixa de existir para todos os que se aposentaram depois da reforma da previdência de 2019.

Baixar arquivo
Política

Bolsonaro pede a supermercadistas que não aumentem a cesta básica

Durante encontro com empresários, no Rio de Janeiro, o presidente da Republica, Jair Bolsonaro, fez um apelo ao setor supermercadista para que segurem os preços da cesta básica. Os empresários entregaram uma carta com pedidos de avanço da vacinação e prorrogação do auxílio emergencial

Baixar arquivo