Congresso aprova Lei de Diretrizes Orçamentárias e pode ter recesso

Publicado em 15/07/2021 - 21:59 Por Kariane Costa - Repórter da Rádio Nacional - Brasília

O Congresso Nacional aprovou nesta quinta-feira o texto da LDO - Lei de Diretrizes Orçamentárias. Agora a proposta segue para sanção presidencial.

A LDO é o primeiro passo para a aprovação da proposta que estabelece metas e prioridades para gastos e investimentos do governo federal no ano que vem.

A previsão da LDO é que o salário mínimo de 2022 seja de R$ 1.140,00. Um reajuste de 3 e meio por cento, seguindo o índice do INPC, que mede a inflação.

Também estão listados como prioridades para 2022, o Programa Nacional de Imunização, em razão é claro da pandemia do coronavírus; programas voltados para a primeira infância, despesas do Programa Casa Verde e Amarela voltadas a municípios de até 50 mil habitantes e ainda a ampliação da rede de atendimento para pacientes com câncer.

O relatório aponta ainda programas que não poderão ter o orçamento congelado ano que vem, o chamado contingenciamento. Entre eles, a realização do Censo pelo IBGE, as despesas com segurança pública e ensino em tempo integral. Também as despesas com universalização do acesso à internet e com as ações da Embrapa para pesquisa e desenvolvimento de tecnologias para a agropecuária.

A proposta aprovada pelos parlamentares também aumenta em quase três vezes a previsão de recursos para financiamento eleitoral do ano que vem, que passa de R$ 2 bilhões para R$ 5,7 bilhões.

O relatório do deputado Juscelino Filho do DEM do Maranhão prevê um crescimento do PIB de 2,5% e taxa básica de juros média de 4,7%.

A Lei de Diretrizes Orçamentárias prevê ainda um déficit de mais de 170 bilhões de reais nas contas públicas do governo federal em 2022.

Com a aprovação da LDO, o Congresso pode entrar formalmente em recesso parlamentar, entre 18 e 31 de julho.

 

Edição: Raquel Mariano / Beatriz Arcoverde

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Saúde

Covid: DF começa a vacinar pessoas a partir dos 30 anos nesta terça

DF já registrou 57 casos da variante Delta. Mesmo assim, portaria do governo aumentou de 25% para 30% quantidade de público em eventos esportivos. 

Baixar arquivo
Política

No Alvorada, Jair Bolsonaro recebe o presidente de Portugal

O presidente da República, Jair Bolsonaro, recebeu, nesta segunda-feira, o presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa. Eles reafirmaram parcerias econômicas e comerciais e reiteraram o compromisso mútuo de promover a recuperação das duas nações no contexto pós-pandemia.

Baixar arquivo
Educação

Programa Água nas Escolas pode construir 2 mil cisternas no Nordeste

Segundo o Ministério da Cidadania, o investimento inicial de R$ 60 milhões vai beneficiar mais de 100 mil alunos em mais de 350 municípios. 

Baixar arquivo
Direitos Humanos

Programa Criança Protegida é lançado no Paraná

A iniciativa oferece aos estados formação e capacitação de profissionais do Sistema de Garantia de Direitos, para melhorar o atendimento e a assistência aos menores de idade que tiverem os direitos violados.

Baixar arquivo
Segurança

Caso Marielle Franco: MP do Rio pede aumento de pena para Ronnie Lessa

Segundo a denúncia do Ministério Público, Lessa e outros quatro denunciados atuaram para impedir e embaraçar a investigação sobre os homicídios ocorridos em março de 2018.

Baixar arquivo
Política

Rede Nacional: Ministro Fábio Faria detalha privatização dos Correios

O ministro Fábio Faria destacou que o primeiro ponto do projeto de privatização dos Correios trata da universalização dos serviços postais, e deu detalhes sobre os estudos que orientaram o texto que será votado no Congresso.

Baixar arquivo