Airton Cascavel nega participação em negociações de compra de vacinas

Publicado em 05/08/2021 - 17:18 Por Leandro Martins - Repórter da Rádio Nacional - Brasília

A CPI da Pandemia ouviu, nesta quinta-feira, o ex-assessor do Ministério da Saúde, Airton Soligo, conhecido como Airton Cascavel. Ele explicou aos senadores que a função dele na pasta era dialogar com governadores e prefeitos. E relatou que foi convidado a integrar o governo pelo ex-ministro Nelson Teich, por causa da experiência dele como gestor e parlamentar. Airton é ex-deputado federal por Roraima.

Ele contou que, antes de ser nomeado, em junho do ano passado, na gestão do ministro Eduardo Pazuello, ele já trabalhava extraoficialmente junto ao Ministério, como interlocutor do Conasens, o Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde e o Conass, Conselho Nacional de Secretários de Saúde. Ele ficou na função até março deste ano.

Airton Cascavel negou que tenha participado de negociações sobre compra de vacinas. Ele esclareceu que essa tarefa era de competência da secretaria executiva.

Perguntado sobre a demora para o início da vacinação no Brasil, que começou em janeiro, Cascavel afirmou que sempre demonstrou sua posição favorável sobre os laboratórios e a importância das vacinas.

Apesar de informar que não tinha poder de decisão no Ministério da Saúde, Airton Cascavel ressaltou que, na passagem dele pela pasta, não identificou distinção no atendimento a estados, municípios e lideranças políticas, em razão de ideologia partidária.

Airton depôs com uma liminar do ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, que deu a ele o direito de ficar em silêncio para não se incriminar, caso preferisse.

O vice-presidente da CPI, Randolfe Rodrigues, enquanto estava presidindo a sessão, reclamou do inquérito instaurado pela polícia federal para investigar o vazamento de informações sigilosas na comissão. A comissão informou que vai acionar o STF contra a medida, por entender que se trata de uma tentativa de intimidação.

Edição: Bianca Paiva / Beatriz Arcoverde

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Direitos Humanos

Este domingo é o Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência

O Centro Cultural Banco do Brasil promove, a partir das14h, conversas públicas presenciais em suas unidades, para ampliar o conhecimento e envolver a todos nos diferentes aspectos que caracterizam esta luta, que deve envolver todos os brasileiros com ou sem deficiência.

Baixar arquivo
Geral

Começa a Semana Nacional do Transito que discute a redução de mortes

Começou neste sábado,  e vai até o dia 27 deste mês, a Semana Nacional de Trânsito, com atividades de educação, conscientização e fiscalização nas ruas e estradas do país. Neste ano, o tema é ‘trânsito, sua responsabilidade salva vidas”.

Baixar arquivo
Geral

Decreto permite a Anatel ampliar acesso a internet

Um decreto sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro dá poder para a Anatel firmar compromissos com as operadoras de telecomunicações que ampliem o acesso à internet, especialmente nas localidades com baixa ou nenhuma conectividade.

Baixar arquivo
Saúde

Inca lança aplicativo para facilitar o cadastro de doadores de órgãos

O Redome, Registro Nacional de Doadores Voluntários de Medula Óssea, coordenado pelo Inca, Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva, lançou neste sábado um novo aplicativo para facilitar o cadastro de doadores de órgãos.

Baixar arquivo
Saúde

Programa Nacional de Imunizações completa 48 anos

Nos últimos meses quando se fala em Programa Nacional de Imunizações, o PNI, vem logo à mente a vacinação contra a covid-19.

Baixar arquivo
Meio Ambiente

Fogo que atinge a Chapada dos Veadeiros já consumiu 15,5 mil hectares

O incêndio que começou no último domingo, 12 de setembro, no Vale da Lua, na Chapada dos Veadeiros, em Goiás, continua ativo em duas frentes na região. Ao todo, o fogo já consumiu uma área de Cerrado equivalente a mais de 15,5 mil hectares.

Baixar arquivo