CPI pede à PF para obter documentos negados pela Precisa e pelo MS

Empresa é investigada por participar de processo na compra de vacinas

Publicado em 17/09/2021 - 17:08 Por Leandro Martins - Repórter da Rádio Nacional - Brasília

A Polícia Federal esteve, nesta sexta-feira (17), na sede da empresa Precisa Medicamentos, em São Paulo. A operação, a pedido da CPI da Pandemia, foi para buscar informações sobre o contrato entre a Precisa e a farmacêutica Indiana Bharat Biotech, assim como todos os documentos relacionados a esse contrato.

A Precisa é investigada pela CPI por intermediação de negociações entre o governo federal e a Bharat BioNtech para a aquisição de 20 milhões de doses da vacina Covaxin, ao custo de R$1,6 bilhão. O governo cancelou o contrato em agosto, e a compra não foi realizada.

Por meio de nota, a presidência da CPI da pandemia informou que recorreu à Justiça após várias tentativas para conseguir essas informações junto à Empresa e ao Ministério da Saúde, sem obter resposta. A decisão para que a operação da Polícia Federal fosse realizada foi do ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal. O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), vice-presidente da CPI, explicou o mandado de busca e apreensão. Segundo ele, ação foi necessária para buscar o contrato original feito pela empresa.

Por meio de nota assinada pelos advogados Ticiano Figueiredo e Pedro Ivo Velloso, a Precisa Medicamentos disse que entregou todos os documentos à Comissão. Além dos depoimentos na CPI, os advogados disseram também que os representantes da Precisa estiveram na Polícia Federal e na Controladoria-Geral da União, e que toda documentação foi entregue ao Ministério Público Federal e ao Tribunal de Contas da União.

Edição: Nádia Faggiani / Guilherme Strozi

Últimas notícias
Saúde

Doação de leite humano só atende metade da demanda no Brasil

Dia Mundial de Doação de Leite Humano, celebrado nesta quinta-feira (19), é uma iniciativa para a proteção e promoção do aleitamento materno. 

Baixar arquivo
Política

Presidente da República almoça com embaixadores de 18 países no Rio

Como exemplo de situações de instabilidade mundial, que demonstram a segurança oferecida pelo Brasil, Jair Bolsonaro citou os riscos de desabastecimento que vários países vêm passando.

Baixar arquivo
Geral

Rio de Janeiro: crimes contra a vida têm queda de 17%

Os dados são relativos aos primeiros quatro meses de 2022 na comparação com o mesmo período do ano passado. Foram 1.025 vítimas, o menor número desde 1991.

Baixar arquivo
Saúde

Covid-19: número de testes positivos em farmácias cresce 54% em maio

Dos 210 mil testes realizados na primeira quinzena do mês, quase 50 mil comprovaram a infecção pelo coronavírus. Já em abril, foram 262 mil no total e cerca de 32 mil confirmaram a presença do Sars-Cov-2.

Baixar arquivo
Direitos Humanos

ONU diz que subiu 500% o total de pessoas com fome no mundo desde 2016

Os níveis de fome ao redor do mundo atingiram uma nova alta, segundo o secretário-geral das Nações Unidas. António Guterres fez declarações na quarta-feira, durante uma reunião ministerial sobre segurança alimentar, em Nova Iorque. 

Baixar arquivo
Política

Lei que torna permanente o Auxílio Brasil é publicada pelo governo

A medida que estabelece um piso do benefício de R$400 de forma permanente foi sancionada, nessa quarta-feira, pelo presidente Jair Bolsonaro e publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira.

Baixar arquivo