Senado aprova projeto que muda regras de inelegibilidade de candidatos

Publicado em 15/09/2021 - 08:59 Por Ana Lúcia Caldas - Repórter da Rádio Nacional* - Brasília

Ocupantes de cargo ou função pública que tiveram as contas reprovadas, mas sem danos aos cofres públicos, poderão disputar as eleições com o pagamento de multa. O projeto de lei complementar foi aprovado nessa terça-feira por 49 votos a 24 no Senado e, como já havia passado pela Câmara dos Deputados, agora segue para sanção presidencial.

O argumento do autor da proposta, o deputado Lucio Mosquini (MDB-RO), é o de que a Justiça Eleitoral vem dando decisões contraditórias na autorização de candidaturas com base na norma atual, que é a da inelegibilidade, que veda por oito anos a candidatura de quem teve conta julgada em decisão irrecorrível” por irregularidade insanável que configure ato doloso de improbidade administrativa”

Já o Relator do texto no Senado, Marcelo Castro (MDB-PI) considera que o projeto impede que "meros erros formais, de pequeno potencial ofensivo, dos quais não resultem danos ao erário", privem agentes públicos do direito de serem votados. Para ele, a proposição ratifica entendimento consolidado no Tribunal Superior Eleitoral

Alguns senadores, contrários, por sua vez, argumentaram que o projeto poderia ferir a Lei da Ficha Limpa, que mobilizou a sociedade quando de sua criação para impedir a eleição de pessoas que tenham sido, por exemplo, condenadas por crimes, ou tenham processos em andamento na Justiça Eleitoral e que reforçou a lei da inelegibilidade

*Com informações da Agência Brasil


 


 

Edição: Rádio Nacional/Edgard Matsuki

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Saúde

Idosos de 84 a 89 anos podem tomar terceira dose nesta semana no Rio

Pacientes com alto grau de imunossupressão, maiores de 60 anos , também poderão se vacinar

Baixar arquivo
Segurança

Fiocruz supera 4,5 milhões de vacinas na semana

Com a entrega, a Fiocruz alcança a marca de 96,5 milhões de doses disponibilizadas ao Programa Nacional de Imunizações. 

Baixar arquivo
Direitos Humanos

Este domingo é o Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência

O Centro Cultural Banco do Brasil promove, a partir das14h, conversas públicas presenciais em suas unidades, para ampliar o conhecimento e envolver a todos nos diferentes aspectos que caracterizam esta luta, que deve envolver todos os brasileiros com ou sem deficiência.

Baixar arquivo
Geral

Começa a Semana Nacional do Transito que discute a redução de mortes

Começou neste sábado,  e vai até o dia 27 deste mês, a Semana Nacional de Trânsito, com atividades de educação, conscientização e fiscalização nas ruas e estradas do país. Neste ano, o tema é ‘trânsito, sua responsabilidade salva vidas”.

Baixar arquivo
Geral

Decreto permite a Anatel ampliar acesso a internet

Um decreto sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro dá poder para a Anatel firmar compromissos com as operadoras de telecomunicações que ampliem o acesso à internet, especialmente nas localidades com baixa ou nenhuma conectividade.

Baixar arquivo
Saúde

Inca lança aplicativo para facilitar o cadastro de doadores de órgãos

O Redome, Registro Nacional de Doadores Voluntários de Medula Óssea, coordenado pelo Inca, Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva, lançou neste sábado um novo aplicativo para facilitar o cadastro de doadores de órgãos.

Baixar arquivo