Câmara aprova volta de inserções de propaganda eleitoral na TV e rádio

Publicado em 07/10/2021 - 18:44 Por Lucas Pordeus Leon - Repórter da Rádio Nacional - Brasília

O retorno da propaganda obrigatória e gratuita para os partidos políticos nas rádios e TVs do país foi aprovado pela Câmara dos Deputados nesta quinta-feira (07), com 270 votos favoráveis e 115 contrários. A propaganda partidária nas emissoras de rádio e TV foi extinta por uma lei aprovada em 2017. O texto que retoma essa propaganda agora segue para análise do Senado.

Segundo o projeto, os partidos que cumprirem a cláusula de desempenho terão a cada semestre 5, 10 ou 20 minutos nas rádios e TVs, a depender do tamanho da bancada no parlamento federal. Cada propaganda deve ter 30 segundos a ser veiculada nos intervalos comerciais.

O relator da matéria, deputado Altineu Côrtes, do PL fluminense, argumentou que é preciso fortalecer os partidos políticos e que a propaganda é uma forma de aumentar o contato com a população.

Apesar de ser gratuita para as legendas, a propaganda gera uma renúncia tributária para as rádios e TVs, que são obrigadas a veicular os programas dos partidos. Por isso, o PSL, o Novo, o Podemos e o Cidadania orientaram contra a medida. A deputada do Cidadania do Distrito Federal, Paula Belmonte, opinou que o projeto desvaloriza a imagem do parlamento frente a população.

O PSOL apresentou um destaque para acabar com a isenção fiscal que as emissoras terão em troca da propaganda partidária obrigatória com o argumento de que as rádios e TVs são concessões públicas e, por isso, não precisariam de uma compensação financeira. A proposta recebeu o apoio apenas do PT, e acabou rejeitada.

Edição: Jacson Segundo / Guilherme Strozi

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Geral

Roubo de cabos de energia dificultou trajetos do metrô em São Paulo

Segundo o Metrô, foram roubados 30 metros de cabos do sistema que alimenta a energia dos trens. A confusão começou por volta das 5h e também comprometeu a operação na Linha Azul.

Baixar arquivo
Saúde

INCA alerta para perigos do consumo coletivo de narguilés na pandemia

Para além dos riscos da transmissão de doenças como a covid, caso a mangueira seja compartilhada, uma sessão de narguilé, que costuma durar entre 1hora a 90 minutos, equivale ao consumo de 100 cigarros comuns. 

Baixar arquivo
Meio Ambiente

Rio de Janeiro pretende cortar investimentos de empresas poluidoras

Às vésperas da Conferência das Nações Unidas Sobre Mudanças Climáticas, em Glasgow, na Escócia, a capital fluminense reforçou seu compromisso de aumentar os investimentos em soluções climáticas baseadas na economia verde, e cortar os investimentos municipais a empresas de combustíveis fósseis. 

Baixar arquivo
Educação

RJ: Justiça determina volta à aula presencial em instituições federais

Justiça Federal no Rio de Janeiro determinou o retorno às aulas presenciais em instituições federais, do ensino básico ao superior, suspensas desde o ano passado devido à pandemia de covid-19. A liminar é do desembargador Marcelo Pereira da Silva, do Tribunal da 2ª Região.

Baixar arquivo
Economia

Operação da Anatel apreende R$ 1,2 milhão em produtos no Mercado Livre

No total 9.800 produtos foram lacrados incluindo carregadores de celular, baterias, relógios inteligentes e microfones sem fio. Fabricantes e vendedores de produtos oficiais denunciaram a plataforma ANATEL que constatou anúncios de prováveis produtos irregulares. Houve cooperação das equipes do Mercado Livre na identificação dos produtos.

Baixar arquivo
Geral

RJ: polícia investiga envolvimento de milicianos em mortes em Mesquita

A Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense investiga o envolvimento de milicianos no ataque a tiros que matou uma criança de um ano e meio e deixou outra de três anos ferida.

Baixar arquivo