Relator da PEC dos Precatórios muda texto para viabilizar auxílio

Publicado em 21/10/2021 - 22:09 Por Lucas Pordeus Leon - Repórter da Rádio Nacional - Brasília

O relator da PEC dos Precatórios apresentou novo texto nesta quinta-feira que altera a regra de correção do teto de gastos para abrir espaço fiscal para novo programa social do governo federal, o Auxílio Brasil.

Atualmente, a correção do valor do teto de gastos é definida com base no IPCA de julho de um ano a junho do ano seguinte. Com o texto, o prazo para atualizar o teto será de janeiro a dezembro do ano anterior.

Com a mudança, o relator espera aumentar em R$ 39 bilhões o espaço fiscal para 2022. Além disso, a PEC limita os gastos com precatórios, que são dívidas da União reconhecidas pela Justiça. Pela proposta, os gastos com precatórios serão limitados pela inflação medida pelo IPCA desde 2016, assim como é a regra do teto de gastos.

Segundo o relator Hugo Motta, do Republicanos da Paraíba, as mudanças vão permitir algo em torno de R$ 83 bilhões de recursos livres para 2022, que devem ser gastos para reajustar as despesas da União com a inflação e aumentar o valor do atual bolsa família, transformando-o no Auxílio Brasil.

A oposição criticou que o novo texto foi apresentado em cima da hora da sessão e apresentou dois requerimentos para retirar a PEC da pauta, mas acabou vencida por 17 votos contra 15 e, na segunda votação, por 21 votos contra 12.

A autora do requerimento, deputada Perpetua Socorro, do PCdoB do Acre, criticou ainda a saída encontrada para o novo programa social.

A oposição também argumenta que a proposta dá um calote em quem tem direito aos precatórios. Já a base governista argumenta que o valor dessas dívidas subiu muito acima do possível de ser pago dentro do teto de gastos.

A PEC limita os gastos com os precatórios a cerca de R$ 40 bilhões em 2022, dando prioridade aos precatórios de até R$ 66 mil, considerados de pequeno valor.

Caso a comissão da PEC dos precatórios aprove o relatório nesta quinta-feira, a proposta segue para análise do plenário da Câmara.

Edição: Raquel Mariano / Beatriz Arcoverde

Últimas notícias
Saúde

Brasil já tem 5 casos confirmados da variante Ômicron

Dos casos confirmados aqui no país, três são em São Paulo e dois no Distrito Federal. São quatro homens e uma mulher.

Baixar arquivo
Saúde

Fiocruz vê tendência de alta de casos de síndrome respiratória grave

Crescimento está sendo notado em 13 das 27 unidades da federação; destes, os que mais chamam a atenção dos especialistas são Pará, Ceará e Rio de Janeiro.

Baixar arquivo
Política

PEC dos Precatórios é aprovada no Senado

Os precatórios são dívidas da União com empresas e pessoas que ganharam ações definitivas na justiça. A proposta aprovada pelo Senado limita o valor a ser gasto anualmente com essas despesas e muda a forma de cálculo do teto de gastos. Proposta ainda precisa voltar à Câmara.

Baixar arquivo
Educação

Prazo para solicitar a reaplicação da prova do Enem termina amanhã

Candidatos podem pedir a reaplicação até às 23h59 desta sexta; os nomes dos participantes aptos a fazerem a prova em nova data serão divulgados na própria Página do Participante.

Baixar arquivo
Saúde

Prefeitura do Rio vai rever ampliação de exigência de cartão de vacina

Segundo o prefeito Eduardo Paes, houve "exagero" na ampliação de locais onde devem ser apresentados comprovante de vacinação contra a covid-19.

Baixar arquivo
Saúde

São Paulo suspende festa de Réveillon na Paulista

A vigilância sanitária da capital paulista fez um estudo de riscos e orientou a cancelar a festa do dia 31 de dezembro. Além disso, o prefeito decidiu manter a obrigatoriedade no uso de máscaras em lugares públicos. O uso seria abolido no próximo dia 11.

Baixar arquivo