Relatório final da CPI da Pandemia será lido nesta quarta-feira

Publicado em 19/10/2021 - 16:35 Por Leandro Martins - Repórter da Rádio Nacional - Brasília

A CPI da Pandemia encerrou a fase dos depoimentos e nesta quarta (20) será lido o relatório final pelo relator, senador Renan Calheiros (MDB-AL). Segundo o vice-presidente da CPI, senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), o documento aponta 72 indiciamentos, entre eles de duas empresas. Entre as pessoas físicas, estão os ministros da Saúde Eduardo Pazuello e Marcelo Queiroga, o presidente Jair Bolsonaro e outras autoridades do governo e da área da saúde, além de médicos e profissionais de saúde.

Logo mais, na noite desta terça-feira (19), o grupo que coordena a CPI vai se reunir na casa do senador Tasso Jereissati (PSDB-CE), em Brasília. Eles vão debater os últimos detalhes antes da leitura do documento. Randolfe disse que pontos do relatório podem ser modificados.

Além do relatório de Renan, outro relatório será apresentado. De autoria do senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE), o documento foca em investigar se o número de mortes por covid-19 no Brasil teria sido menor, se a condução das políticas públicas de saúde fossem outras. Ele aponta ainda atraso na compra de vacinas contra a covid pelo governo federal. Foi apresentado também o voto complementar do senador Izalci Lucas (PSDB-DF). Neste caso, ele pede a inclusão de irregularidades da Secretaria de Saúde do Distrito Federal, da operação Falso Negativo.

A reunião da CPI desta terça-feira recebeu o último depoimento, do assessor técnico do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems), Elton da Silva Chaves. O Conasems é um dos 13 membros da Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias do Sistema Único de Saúde (Conitec). O depoente foi convocado para esclarecer o motivo da Conitec ainda não ter uma diretriz técnica para o tratamento do paciente com covid em ambiente hospitalar ou não.

Elton Chaves disse que a Conitec não deliberou sobre as orientações técnicas elaboradas pelo Ministério da Saúde, recomendando o uso de cloroquina e hidroxicloroquina na fase inicial da covid.

Edição: Paula de Castro / GT Passos

Últimas notícias
Saúde

Prefeito de Nova Iorque exige vacinação obrigatória para setor privado

As campanhas de vacinação estão se reforçando em boa parte do mundo. O Chile começou a vacinar as crianças entre 3 e 5 anos contra a Covid nessa segunda-feira. O país também avança na vacinação da terceira dose, a chamada dose de reforço para adultos.

Baixar arquivo
Saúde

Mais de 90% da população, em 9 estados, estão vacinados contra a Covid

Nove estados brasileiros ultrapassaram a marca de 90% da população-alvo vacinada com a primeira dose da vacina. São eles: Santa Catarina, Roraima, São Paulo, Espírito Santo, Minas Gerais, Paraíba, Piauí, Paraná e Rio Grande do Sul.

Baixar arquivo
Segurança

Casos de feminicídios caem em São Paulo

No entanto, outras formas de violência contra a mulher aumentaram no período. É o caso da lesão corporal dolosa contra mulheres, ou seja, casos de agressão que não têm como resultado a morte das vítimas, aumentaram  9,3 % no estado e 35,9%  na capital paulista.

Baixar arquivo
Educação

No Pará, Alepa aprova ensino obrigatório de espanhol na rede pública

O projeto aprovado em dois turnos na Assembleia Legislativa do Pará (Alepa) torna obrigatório a ministração da disciplina de língua espanhola aos alunos da rede paraense de ensino.

Baixar arquivo
Economia

Produção de veículos em novembro cresce 15% em relação a outubro

No mês de novembro, foram produzidos 206 mil veículos - uma alta de 15% em relação ao mês anterior - mas número representa uma queda de 13,5% em relação ao mesmo período do ano passado.

Baixar arquivo
Economia

Empregador que não paga 13º salário a trabalhador pode ser punido

O 13º salário é um direito do trabalhador garantido por lei na Constituição Federal. A primeira parcela deve ser paga até o dia 30 de novembro e a segunda até o dia 20 de dezembro.

Baixar arquivo